Vigilância Sanitária encontra 11 infrações nos CTs de Botafogo, Fluminense e Vasco

Em vistorias realizadas nesta terça-feira, a Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretatia de Vigilância Sanitária, registrou 11 infrações nos centros de treinamentos de sete clubes de futebol carioca, incluindo Botafogo, Fluminense e Vasco da Gama. O CT do Ninho do Urubu, do Flamengo, foi o único em conformidade com as regras para o combate à pandemia do novo coronavírus.

A Prefeitura determinou que os espaços se adequem aos protocolos de saúde do município, explicou Márcio Rolim, subsecretária de Vigilância Sanitária.

– A Vigilância Sanitária iniciou um processo de inspeção nos clubes para verificar se eles estão cumprindo a legislação sanitária e as Regras de Ouro da Prefeitura, que é uma forma de conscientizar a população. Também verificamos se eles começaram a implantar os protocolos específicos determinados pelo órgão sanitário municipal. Também temos um papel educativo e levamos orientações para os administradores, equipes e colaboradores para que possam de maneira plena cumprir essas determinações – explicou a subsecretária de Vigilância Sanitária, Márcia Rolim.

De acordo com Márcia Rolim, os clubes têm prazos para cumprir as normas sanitárias em vigor. Nos próximos dias, as equipes da Vigilância Sanitária retornarão aos centros de treinamento para verificar se os ajustes foram feitos.

Dentre o descumprimento das Regras de Ouro da Prefeitura verificadas nos CTs do Botafogo, Vasco e Fluminense, estava a ausência de dispensadores de álcool e sabão líquido no lavatório, ausência de álcool em gel nas áreas de circulação, ausência de funcionários para limpeza, lixeiras inoperantes e ausência de lixeiras com tampas acionadas por pedal, além da ausência de cartazes informativos sobre as normas que precisam ser cumpridas.

Também foi identificada a utilização de cabines de higienização, o que não é permitido pelas regras da Prefeitura.

Por Lance

Comentários