Uefa cogitar tirar VAR da Champions League por dificuldade de cumprir medidas de segurança contra coronavírus

A Champions League deve ter uma mudança caso a competição seja retomada em meio à pandemia do coronavírus. E não só por conta da possibilidade dos jogos serem realizada com portões fechados. A Uefa cogita renunciar ao VAR em uma eventual sequência do torneio. A decisão afetaria também as partidas pendentes da Liga Europa.

Segundo a RMC Sport, a decisão está sendo estudada pela entidade que comanda o futebol europeu. O motivo seria a impossibilidade de se manter o distanciamento social na sala de controle da tecnologia.

A situação será discutida em uma teleconferência programada para esta quinta-feira (23).

No entanto, a Uefa também pensa em alternativas para seguir fazendo uso do VAR nas competições. Uma opção seria a instalação de telas de acrílico entre os vários membros que se reúnem no ambiente.

Nesta semana, o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, voltou a afirmar que o “prazo limite” para encerar a temporada europeia é o mês de agosto. Ele se mostrou favorável a dar sequência nas competições sem a presença de torcedores.

Antes da interrupção, a Champions se preparava para a segunda parte de jogos de volta das oitavas de final.

Fonte: MSN

Comentários