TJD-BA decide punir Flu de Feira e Juazeirense por atletas irregulares em estaduais da base; cabe recurso

O Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) decidiu punir o Fluminense de Feira por escalar atletas irregulares nos Campeonatos Baianos sub-15 e sub-17. A informação foi inicialmente publicada pelo Bahia Esportiva. De acordo com o que apurou o Bahia Notícias, a punição prevê a perda de seis pontos do Touro do Sertão nos estaduais – o que causaria eliminação – e uma multa de R$ 2 mil. Contudo, o clube terá três dias para apresentar recurso e tentar reverter a pena.

Flu de Feira Foto: Samuel Sampaio / Assessor de Imprensa

Caso não consiga, o Flu de Feira dará lugar ao Camaçariense nas quartas de final do sub-15, e ao Olímpia no sub-17. O problema teria ocorrido logo na primeira rodada de cada competição, nos duelos contra a ABB, disputados no dia 25 de setembro. Jogadores que só foram registrados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e na Federação Bahiana de Futebol (FBF) no dia 29 de setembro teriam atuado nestas partidas.

O BN entrou em contato com o Touro do Sertão, que informou que o presidente do clube, Ícaro Ivvin, deve se pronunciar em breve sobre o caso.

No sub-15, o Fluminense ficou com a terceira colocação do grupo A, ao conquistar sete pontos, e faria o clássico contra o Bahia de Feira nas quartas de final. Já no sub-17, os seis pontos conquistados renderam ao clube a quarta colocação. O adversário da fase seguinte seria o Jacuipense.

Baianão Sub-15: Juazeirense também é punida e pode ser desclassificada; cabe recurso

Assim como o Fluminense de Feira, a Juazeirense foi punida pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) por escalar um jogador irregular no Campeonato Baiano Sub-15. O Cancão de Fogo foi condenado a perder três pontos, o que o eliminaria da competição, e a pagar mil reais de multa. O clube tem até três dias para apresentar recurso.

A decisão, tomada pela 3ª Comissão Disciplinar do tribunal, foi divulgada nesta terça-feira (18). Caso a perda de pontos se confirme, a Juazeirense dará vaga ao Ypiranga – que terminou a fase de grupos com seis pontos, um a menos que o Cancão – nas quartas de final da competição.

O caso teria ocorrido na partida de abertura do Baianão, contra o Bahia de Feira. O atleta Iago Moraes da Cruz teria jogado sem estar inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, descumprindo os artigos 17 e 25 do regulamento da competição.

O Site Bahia Notícias entrou em contato com a Juazeirense, mas não obteve posicionamento até o fechamento desta matéria. Vale lembrar que a base do clube é terceirizada, e o departamento de futebol do profissional não atua nas categorias inferiores.

Por Glauber Guerra, Nuno Krause e Leandro Aragão/Site Bahia Notícias

Comentários