Sob aplausos, FBF tem contas do exercício 2016 aprovadas por filiados

Com presença da maioria dos clubes das Séries A e B e Ligas Desportivas Municipais foi realizada na manhã desta sexta-feira (7), no auditório Bernardo Spector, na Federação Bahiana de Futebol (FBF), a Assembleia Geral Ordinária de Apreciação do Relatório de Atividades e das Contas de Gestão (acompanhados com o parecer do Conselho Fiscal e Auditores Independentes) do exercício 2016 da entidade.

A assembleia foi aberta com a leitura de todos os demonstrativos financeiros e relatório de atividades pelo presidente Ednaldo Rodrigues. Em seguida foram lidos os pareceres do Conselho Fiscal e também dos auditores independentes sobre as contas.

Além de Rodrigues, também compuseram a mesa diretora o vice-presidente da FBF, Ricardo de Lima, a diretora técnica, Taíse Galvão, o subdiretor administrativo e financeiro, Marcelo Araújo, o contador da Escol Contabilidade, Edson Piedade e o membro do Conselho Fiscal da entidade, Wildberg Andrade.

Após a apresentação de todos os documentos, foi iniciada a votação. Os filiados que participaram, entre eles o Esporte Clube Vitória, que esteve representado pelo seu vice-presidente, Agenor Gordilho, e o gerente executivo, Luiz Valente aprovaram por unanimidade o parecer. Foram eles, além do Rubro-Negro e das dezenas de Ligas, o Atlântico Esporte Clube, Clube Esportivo Flamengo, ECPP Vitória da Conquista, Esporte Clube Jacuipense, Fluminense de Feira Futebol Clube, Jacobina Esporte Clube e Sociedade Desportiva Juazeirense, da Série A; Alagoinhas Atlético Clube, Associção Atlética Teixeira de Freitas, Associação Desportiva Jequié, Catuense Futebol S/A, Colo Colo de Futebol e Regatas, Esporte Clube Ypiranga e Feirense Futebol Clube, da Série B; e Associação Bancários da Bahia (ABB), Associação Desportiva Leônico e Eunápolis Esporte Clube, que atualmente disputam competições de base.

Após a votação foi aberto espaço para manifestações dos presentes. Diversos filiados, entre eles Clubes das Séries A e B e Ligas Municipais falaram em defesa da diretoria da FBF sobre os constantes ataques pessoais e à entidade que vem ocorrendo através de grupos de Whatsapp, que já tiveram identificados os seus administradores pela Assessoria Criminal para medidas jurídicas. Todos os dirigentes garantiram apoio e confiança no trabalho que vem sendo desenvolvido na FBF.

Apenas o Esporte Clube Bahia, que inicialmente esteve representado pelo seu vice-presidente, Pedro Henriques, e posteriormente pelo seu gerente de relações institucionais, Humberto Netto, se absteve de votar. O representante deixou claro que o clube não discordava das contas e apenas optou pela abstenção por não ter tido tempo de comparecer à entidade e examiná-las. A FBF convoca todos os filiados para comparecerem à entidade, com antecedência, e terem o acesso aos documentos para a apreciação. Já o Edital de Convocação para a Assembleia foi publicado no Jornal Correio desde o dia 28 de março, com antecedência de dez dias.

A Assembleia Geral Ordinária foi encerrada sob aplausos.

Por FBF

Comentários