“Só nos interessa a Vitória, a vitória e a vitória” afirma Weliton Nascimento, gestor do Colo Colo/Adilis

Ele é o mais profissional gestor de futebol dos últimos vinte anos que surgiu na região sul-cacaueira do estado da Bahia. Estamos falando do empresário Weliton Nascimento, natural de Ilhéus, 50 anos, nascido e criado na comunidade de Sapucaieira. Menino pobre que viveu até os 13 anos numa zona rural.  Trabalhava duro de dia na enxada, e à noite ainda precisava ir à escola. Um predestinado! “Nasci para desafios. E, se às vezes gastamos tanto tempo por pequenas coisas, por que não usar esse mesmo tempo para pensar-mos em coisas grandes “, sua frase predileta.

Pobre e, que nunca teve a oportunidade de presenciar uma partida de futebol do Colo Colo no velho Mário Pessoa, conhecido na época como o gigante de cimento. Saudades das narrações de Paulo Souto, Raimundo Veloso e tantos outros que ‘faziam’ esporte na antiga Rádio Cultura de Ilhéus. A pioneira.

Weliton Nascimento ainda lembra do tempo de roça, sem energia elétrica, sem opções e sem dinheiro. Mas, atento e entendendo o mundo via o rádio Phillips  a pilha, uma verdadeira caixa de madeira movida a válvulas. Apesar das dificuldades era uma época boa. “Não esqueço das minhas raízes”, afirma sempre Weliton numa conotação de respeito e gratidão por seus conterrâneos das terras do sem fim!

Início dos anos 70, em plena euforia dos brasileiros com o tri-campeonato da seleção brasileira, Weliton Nascimento cessa seu ciclo em Ilhéus e segue para São Paulo. São Paulo n’aquela época sinônimo de fartura, emprego e o estupendo crescimento da economia com a industria da construção civil. E, já precisando se manter empregado, de pronto foi admitido numa obra  como servente de pedreiro. E ai começava uma outra etapa da vida do adolescente Weliton. Vida dura, difícil, sofredora, calos nas mãos, mas, um objetivo: Vencer na maior capital da America Latina. Essa é uma nova fase do menino Weliton, que em outra oportunidade darei seguimento a sua vida e seus novos desafios e reveses.

Pois bem…essa relação de Weliton com o Colo Colo tudo começou com Elias Reis em julho de 2017, através de artigo incrível que narrava a situação miserável de um time de futebol insolvente, sem bens, sem moral e sem crédito na praça. Com dívidas com Deus e o mundo, com a FBF, com a CBF  e mais de 600 mil reais em ações trabalhistas.

Num café da manhã de uma sexta-feira do dia 21/07/2017, as 09 h no Hotel Jardim Atlântico,  Weliton e Elias, inicialmente, sozinhos, começaram a discutir a viabilidade de apoio logístico, ajuda financeira e uma gestão profissional para o Colo Colo. Foram muitas dúvidas, questionamentos. Apesar de criticas precoces da turma do contra, e do batalhão de céticos, que infelizmente conspiravam contra o projeto, hoje se rendem a iniciativa de Elias em apresentar o empresário e o grupo Arezza/Adilis a cidade, ao Colo Colo. Hoje reconhecem a persistência do jornalista e a perseverança junto a Weliton e ao presidente do Clube, Sr. Raimundo Borges. Valeu a pena acreditar na seriedade, no profissionalismo e no caráter do Sr. Weliton Nascimento. Uma vida de desafios, de luta e de sucesso!

Neste sábado, dia 07 de abril, as 15 horas no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, o Colo Colo enfrenta o time do Teixeira de Freitas, pela 5ª rodada do Baianão série B. Disputado 12 pontos, o time ilheense tem apenas 1 ponto, Hoje é o lanterna do campeonato. Mas, nada está perdido e nada é impossível. O Colo Colo precisa vencer todas as partidas que faltam, e torcer por uma combinação de resultados entre os seus adversários.

Hoje a equipe tem um bom plantel, uma boa sede, boa alimentação acompanhada por uma cozinheira de primeira linha e uma profissional de nutrição, nada falta, tudo de primeira e, principalmente salários pagos rigorosamente dentro do prazo imposto pela legislação, 5ºdia útil.

“Espero e confio na vitória do próximo sábado, para inclusive comemorarmos o  septuagésimo aniversário do time que sou apaixonado. Só nos interessa a vitória, a vitória e a vitória”, deixa o recado o empresário e gestor, Weliton Nascimento, já considerado o maior gestor e dirigente das últimas duas décadas do Colo Colo de Futebol e Regatas.

O Colo Colo continua trabalhando forte todos os dias em dois períodos, focando na vitória contra o Teixeira de Freitas e contando com a presença e a confiança dos seus torcedores. Os ingressos continuarão a preços populares: Arquibancada coberta R$ 10,00; Arquibancada descoberta R$ 5,00.

Neste jogo de sábado as torcidas organizadas Mancha Azul, Colo Chop e Independente estarão realizando uma grande festa. Estrearão pelo tigrão os jogadores: Gil Bahiano, Alex Santos e Correia,

Fonte: www.jornaldoradialista.com.br

Foto crédito: Luciano Amaral

Comentários