Seleção euclidense se reapresenta com vários jogadores gripados

Vários atletas da seleção de futebol de Euclides da Cunha retornaram da cidade de Eunápolis com dor de garganta e gripe, inclusive membros da comissão técnica que acompanharam a delegação. Apesar de o tropeço contra a seleção eunapolitana, os atletas não desanimaram e estão dispostos a reverter o quadro de desvantagem em que se encontram, difícil, mas não impossível, reconhecem, segundo observou este repórter, no momento em que todos se juntaram de mãos dadas e palavras de incentivo foram proferidas por atletas e dirigentes, seguido de oração. A seguir, sob a orientação do preparador-físico prof. Jarielton Guerra, a equipe fez trabalho de resistência e circuito com duração de 24 minutos, velocidade, finalização com trabalho de Core, enquanto os goleiros treinavam à parte com o prof. Vaval Moura. O técnico Carlos Alberto, seu auxiliar Jovem e o diretor Léo Mota acompanharam o treinamento e, depois, todos se reuniram no meio do campo para uma rápida preleção. O Site euclidesdacunha.com esteve presente e registrou as atividades da seleção, que diferente dos jogos anteriores, teve dificuldade com o elenco, que parece não ter se adaptado às condições climáticas da Costa do Descobrimento.

Comentários