Portela contrata “engenheiro” da bola para a disputa da série B do Baianão

Foto: Wesley Morau

Contratado para ser uma das principais peças do Portela para a série B do Baianão 2018, o meia Fabinho tem uma bela trajetória no futebol como também uma admirável história de vida. Depois de ter deixado o futebol de lado por seis anos, para se tornar engenheiro, o meia retomou sua carreira no Rio Branco, do futebol capixaba.

Fora das quatro linhas, Fabinho investiu na plantação de café e pimenta, junto do pai, e nos livros de Engenharia Civil.

Mas a paixão pela bola falou mais alto e ele viu na Copa Espírito Santo (na época) a oportunidade de recomeçar e alçar voos mais altos. Sobre o retorno aos gramados, o engenheiro admite que a paixão falou mais alto na decisão, que teve apoio da esposa e dos pais.

Antes de pensar em ser engenheiro, o atleta fez sua base no Fluminense, passou pelo Arsenal, da Inglaterra, Linhares e Jaguaré.

Agora defendendo as cores rubro-negra do Portela, Fabinho espera que possa fazer um bom campeonato assim como todo o time, e que ao final da competição o objetivo seja alcançado: o título e o acesso à elite do futebol Baiano em 2019.

O trabalho para a disputa da série B do Baianão teve início na última quinta-feira, quando chegou cerca de 80% do elenco. O Portela estreia na competição dia 04/03, domingo, às 16 horas, no estádio Tomatão em Teixeira de Freitas, contra o Conquista.

Por Luan Mota/Esporte na Mídia com informações do Jornal Tribuna/ES

Comentários