Por calote de R$ 17 mil em telhas do Parque São Jorge, empresa processa Corinthians

Por conta de um valor de R$ R$ 17.847,78, a Ferronor Comércio de Ferro e Aço Ltda foi à Justiça contra o Corinthians. Segundo informações da Espn, empresa alega que o clube paulista deu um calote na compra de telhas e equipamentos de aço fornecidos para o Parque São Jorge, sede administrativa corintiana.

A Ferronor garantiu à Justiça que é credora da agremiação paulistana por duas faturas emitidas em janeiro e fevereiro de 2017 por materiais vendidos e entregues no ex-CT do Corinthians, de acordo com documentos obtidos pela reportagem.

A empresa disse ter tentado um acordo com o clube paulista, mas não obteve sucesso, o que culminou numa procura à Justiça. “Foi um material que vendemos para eles. Compraram com a gente em dezembro e janeiro, materiais de ferro e aço, incluindo telhas. Não pagaram e procuramos a Justiça”, disse o departamento jurídico da Ferronor.

O pedido é que o pagamento seja feito em até três dias, sob possibilidade de penhora dos bens corintianos. A ação, analisada pela juíza Valéria Longobardi, entrou na 29ª Vara Cível do Poder Judiciário de São Paulo , na última terça-feira (16).

Por Bahia Notícias

Comentários