OMS sugere paralisação do futebol europeu até o final de 2021

O medo da Europa sofrer novas ondas epidêmicas de coronavírus pode atingir o esporte de maneira ainda mais devastadora. A Organização Mundial da Saúde ( OMS) mediou uma teleconferência reservada com a Uefa, a entidade que organiza o futebol europeu, e os principais clubes do continente para debater o futuro do calendário em meio à pandemia.

Para a entidade subordinada às Nações Unidas o cenário ideal era de que as competições internacionais fossem suspensas até o final de 2021.

A medida pode soar esdrúxula, afinal seria uma paralisação de mais de um ano e meio sem bola rolando.

A conferência, que deveria ter a duração de apenas uma hora, se estendeu por duas horas e meia, em tom acalorado. A medida drástica foi aventada após a apresentação de dois epidemiologistas da entidade mundial de saúde.

A partir de um estudo sobre os riscos de novas ondas de contágio no ano que vem, a dupla mostrou os cenários prováveis e ponderou que a melhor solução seria manter a paralisação das competições até o final do ano que vem – vale ressaltar que a Organização Mundial da Saúde não tem ingerência sobre o calendário esportivo e a Uefa não é obrigada acatar a sugestão.

Fonte: Cidade Esportes

Comentários