“Não sei disso”, diz Guardiola sobre suposto interesse da CBF

O treinador Pep Guardiola tratou de esfriar qualquer possibilidade dele ser o novo comandante da seleção brasileira após a saída de Tite, no final deste ano. O espanhol disse estar feliz no Manchester City e rechaçou a possibilidade de deixar o clube inglês. Nesta semana, notícias sobre um suposto interesse da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se espalharam.

“Hoje não. Tenho contrato com o Manchester City. Estou muito feliz e disposto a ficar para sempre aqui. Eu estenderia o contrato por 10 anos, mas agora não é o momento. Não sei de onde veio isso”, disse Guardiola, em coletiva antes da partida do seu clube contra o Liverpool.

Técnico do Manchester City, Pepe Guardiola (Crédito: AFP)

De acordo com o jornal Marca, da Espanha, Guardiola é o principal nome buscado pela CBF para substituir Tite. Para contar com o treinador, a entidade pretende oferecer um salário de 12 milhões de euros (cerca de R$ 62 milhões na cotação atual), líquidos, por ano até 2026.

Os valores são abaixo dos 20 milhões anuais recebidos pelo treinador no Manchester City. O contrato de Guardiola com o clube inglês é válido até meados de 2023.

Ao TNT Sports, o empresário Josep Maria Orobitg, que agencia a carreira de Guardiola, afirmou que não houve nenhum contato da CBF com o treinador e ressaltou que, até o momento, seu contrato com o time inglês será cumprido normalmente.

Fonte: Agência Brasil