Melhor em tudo: compare os 5 primeiros jogos de Neymar do PSG com os no Santos, Barça e seleção

Diante do Lyon, Neymar completará neste domingo o sexto jogo pelo Paris Saint-Germain desde sua chegada na França. O início tem sido bem empolgante e muito melhor do que as cinco primeiras partidas que o atacante fez pelas suas ex-equipes, Santos e Barcelona, e até pela seleção.

Neymar foi titular em todos os cinco jogos do PSG, ficou mais tempo em campo, fez mais gols, deu mais assistências e, com exceção do início no Santos, levou menos cartões.

O atacante também viu sua equipe ter desempenho melhor do que as anteriores com ele presente. Foram cinco vitórias, mais gols feitos (22) e igualou o número de gols sofridos por Santos e Barcelona (3), perdendo apenas para a seleção (1).

  • Santos
Neymar na estreia pelo Santos frente ao Oeste, no Pacaembu, em 2009. Foto: GAZETAPRESS
Foi aos 17 anos que Neymar teve a primeira chance de jogar no time profissional do Santos. Ele estava no banco de reservas e foi chamado pelo técnico Vagner Mancini para substituir o atacante Molina quando ainda faltavam 31 minutos para o fim do duelo contra o Oeste, no Pacaembu, em São Paulo.

Ele não fez gols, não deu assistências, mas a simples presença dele naquele 7 de março de 2009 fez os torcedores se exaltarem. Um chute ao gol em que a bola bateu no travessão foi o momento mais marcante.

Foi reserva no jogo seguinte contra o Paulista (1 a 1), mas na terceira partida virou titular frente ao Mogi Mirim, o que foi repetido contra o Rio Branco-AC (4 a 0) e o Corinthians (0 a 1), em sua primeira derrota com a camisa santista.

O saldo dos cinco primeiros jogos de Neymar foi: três jogos como titular, 332 minutos em campo, dois gols, nenhuma assistência, nenhum cartão. Para o Santos, foram três vitórias, um empate e uma derrota, 11 gols pró e três contra.

07/03/2009, Oeste 1×2 Santos, Pacaembu, Paulista
12/03/2009, Paulista 1×1 Santos, Jaime Cintra, Paulista
15/03/2009, Santos 3×0 Mogi Mirim, Pacaembu, Paulista (fez um gol)
18/03/2009, Santos 4×0 Rio Branco-AC, Vila Belmiro, Copa do Brasil (fez um gol)
22/03/2009, Corinthians 1×0 Santos, Pacaembu, Paulista

  • Seleção brasileira
Neymar, Pato e Ganso comemoram gol do Brasil contra os EUA, em 2010. Foto: GETTYIMAGES
Em agosto de 2010, o técnico Mano Menezes chamou Neymar como parte da renovação da seleção brasileira após o fracasso da equipe na Copa do Mundo da África do Sul. A estreia foi contra os Estados Unidos e o atacante santista começou a partida como titular. E até marcou na estreia. Pato fez o segundo.

Sempre titular, participou ainda da derrota para a Argentina (0x1), da vitória contra a Escócia (2×0), do empate com a Holanda (0x0) e do triunfo contra a Romênia (1×0), este último foi a despedida de Ronaldo da seleção.

O saldo de Neymar nesses cinco jogos foi: cinco vezes titular, 419 minutos em campo, três gols, uma assistência e um cartão amarelo. Para a seleção, foram três vitórias, um empate e uma derrota, com cinco gols feitos e um tomado.

10/08/2010, EUA 0x2 Brasil, New Meadowlands, Amistoso (fez um gol)
17/11/2010, Argentina 1×0 Brasil, Khalifa Stadium, Amistoso
27/03/2011, Escócia 0x2 Brasil, Emirates, Amistoso (fez dois gols)
04/06/2011, Brasil 0x0 Holanda, Serra Dourada, Amistoso (um cartão amarelo)
07/06/2011, Brasil 1×0 Romênia, Pacaembu, Amistoso (uma assistência e um cartão amarelo)

  • Barcelona

Após quatro temporadas e meia defendendo o Santos, Neymar chegou ao Barcelona para o início da temporada 2013/14. O brasileiro sabia que teria de provar que realmente tinha talento e superou as expectativas.

Ficou os três primeiros jogos no banco de reservas, embora tendo entrado no decorrer deles. Foi titular nos dois seguintes. A sequência ainda contemplou uma decisão de título, que foi pela Supercopa da Espanha contra o Atlético de Madri (que acabou sendo campeão).

O primeiro gol de Neymar pelo Barcelona foi justamente no primeiro jogo da decisão, no empate por 1 a 1 no estádio Vicente Calderón. Foi o único gol dele naqueles cinco primeiros jogos. Ele acumulou uma assistência, três cartões amarelos e 263 minutos em campo. Nesses jogos, o Barcelona venceu três vezes e empatou duas. Fez 12 gols e sofreu três.

18/08/2013, Barcelona 7×0 Levante, Camp Nou, Espanhol (um cartão amarelo)
21/08/2013, Atlético de Madri 1×1 Barcelona, Calderón, Supercopa da Espanha (um gol e um cartão amarelo)
25/08/2013,Málaga 0x1 Barcelona, La Rosaleda, Espanhol
28/08/2013, Barcelona 0x0 Atlético de Madri, Camp Nou, Supercopa
01/09/2013, Valencia 2×3 Barcelona, Mestalla, Espanhol (deu uma assistência e tomou um cartão amarelo)

  • PSG

Após muito silêncio e segredo, Neymar acabou trocando mesmo o Barcelona pelo PSG na negociação mais surpreendente, mais comentada e também mais cara da história do futebol. O time francês pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 824,4 milhões) para ter o brasileiro.

O atacante chegou com tudo. Titular desde o começo, média de um gol por jogo, média de uma assistência por compromisso, apenas um cartão amarelo sofrido e 450 minutos em campo. Os melhores números.

13/08/2017, Guinguamp 0x3 PSG, Roudourou, Francês (um gol e um cartão amarelo)
20/08/2017, PSG 6×2 Toulouse, Parc de Princes, Francês (dois gols e duas assistências)
25/08/2017, PSG 3×0 Saint-Étienne, Parc de Princes, Francês
08/09/2017, Metz 1×5 PSG, Saint-Symphorien, Francês (um gol e um cartão amarelo)
12/09/2017, Celtics 0x5 PSG, Celtic Park, Champions League (um gol, uma assistência e um cartão amarelo)

Por ESPN.com.br

Comentários