Jogando em casa seleção de Coité perde para Camamu e se complica

A derrota foi por apenas um gol, mas a seleção de Camamu tem aproveitamento de 100% jogando em casa e só resta os jogadores coiteenses lutar e pregar mais uma daquelas surpresas do futebol.

  No primeiro jogo do mata-mata pelas oitavas de final neste domingo, 15, a seleção coiteense recebeu o selecionado de Camamu no Estádio Diovando Carneiro Cunha e acabou perdendo por 1 a 0 gol marcado por Dedel aos 19 min do segundo tempo. O atacante recebeu a bola pela ponta esquerda deu um corte na defesa coiteense e chutou forte e cruzado a meia altura, o goleiro Lucinho ainda foi na bola, mas não conseguiu a defesa.

A seleção coiteense nesta competição é bastante modesta, sem investimentos em grandes jogadores a equipe tem passado de fase na raça e na vontade dos atletas. Quando passou para as oitavas de final, após uma vitória e um empate sobre Caldeirão Grande, já sabia a grande pedreira que iria enfrentar. A seleção de Camamu é a terceira que mais pontuou na competição, está invicta e entrou em campo com 10 vitórias e 3 empates.

Os jogadores camamuenses talvez pela boa campanha e por saber que a seleção coiteense não possuiu um elenco tão forte, e que durante a semana o treinador Rau Araújo perdeu quatro jogadores por motivos diversos, sendo três titulares, começou o jogo parecendo que estava jogando em seus domínios. Tentou se impor em campo e realmente até a metade do primeiro tempo tinha maior posse de bola, até que os garotos coiteenses chegaram junto e como se dissessem “pera lá, aqui somos nós quem mandamos” e a partida ganhou equilíbrio e o primeiro tempo terminou no zero a zero.

A seleção de Camamu voltou mais precavida, pois, sentiu que os coiteenses estavam determinados a lutar pela vitória e o que se viu foi a seleção coiteense pressionando, mas errava muito nas finalizações. Nos primeiros minutos teve uma falta com a bola cruzada na área e dois escanteios seguidos. Naquele momento parecia que Coité abriria o placar.

Depois disso teve pelo menos três contra-ataques não aproveitados, pois os atacantes Peu e Lucas Paixão não estavam tão inspirados. Os erros sempre resultava em contra-ataques perigosos da seleção adversária e um desses nasceu o gol.

Com resultado negativo o selecionado coiteense não conseguiu mais produzir nada em campo. Rau fez alterações colocando três atacantes, tirou inclusive Lucas Paixão de campo, atleta que tinha marcado gols nos últimos jogos, só que aqueles que entraram não conseguiram levar perigo ao gol defendido por Eric e o jogo terminou 1 a 0 para Camamu que vai receber Coité em seus domínios no próximo domingo (23) podendo empatar para se classificar.

Coité vencendo por um gol de diferença a decisão será nas penalidades. Acima de um gol classifica direto. caso Coite vença estará quebrando um tabu de 3 anos, ou seja, nos três últimos intermunicipais Camamu não sabe o que é perder em casa. Este ano venceu todos os jogos.

No futebol cada jogo é uma história. Impossível alguém prevê o que vai acontecer numa partida, claro que as equipes favoritas sempre fazem valer a superioridade, mas não pode esquecer que também ocorre surpresas. E o treinador Rau Araújo em entrevista a uma emissora de rádio deixou a entender que deve se apegar a essas surpresas. No próximo jogo deverá contar com pelo menos dois, dos quatro desfalques.

Por Calila Notícias

Fotos: Raimundo Mascarenhas

Comentários