Goleiro Casillas anuncia aposentadoria do futebol

Campeão mundial em 2010, o goleiro Iker Casillas, 39, colocou um ponto final em sua carreira nos gramados nesta terça-feira (4). Após uma temporada sem jogar pelo Porto, ele declarou que chegou a hora de parar, mas prometeu que a “viagem não termina aqui”.

Casillas com o troféu da Copa do Mundo de 2010 Jasper Juinen/Getty Images

“Hoje, deixo para trás aquelas três traves que me viram crescer como goleiro, as que sempre me colocaram no meu lugar e me forçaram a manter os pés no chão, as três traves que devo tanto e que certamente sentirei falta. E lá também eu os deixarei, meus fiéis aliados, lá eu pendurarei as luvas”, escreveu, em carta publicada em suas redes sociais.

Casillas ficou muito marcado pelos 25 anos em que defendeu o Real Madrid, tendo chegado ao clube merengue aos 9 anos, fazendo parte da base e jogando uma temporada no Real B. Lá, venceu tudo que disputou. Não faltou nenhum título.

Foram 725 partidas oficiais durante as 16 temporadas como profissional no Santiago Bernabéu, com 19 títulos, entre os quais três edições da Champions League, três do Mundial de Clubes e cinco de LaLiga.

Muitos torcedores e especialistas apontam que ele foi o maior goleiro do Real. Durante o período em que defendeu o uniforme merengue, ele foi cinco vezes eleito o melhor do mundo na posição pela IFFHS.

Depois do Real, Casillas partiu para o Porto, em uma transferência sem custo por causa do fim do contrato, onde manteve a trajetória vitoriosa. Foram dois títulos da Liga de Portugal, um da Supercopa de Portugal e outro da Copa de Portugal.

Iker Casillas após classificação do Porto na Uefa Champions League Getty Images

Ao todo, entrou em campo 156 vezes pelo Porto, exceto na temporada que terminou no último fim de semana. Em maio do ano passado, ele sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava. Foi o início da decisão de se aposentar.

Para completar os números do agora ex-goleiro, Casillas entrou em campo 167 vezes pela Espanha, tendo sido campeão da Copa do Mundo de 2018 e bicampeão da Eurocopa (2008 e 2012). Sem dúvida, se despede deixando marcas nobres no futebol.

Fonte: ESPN.com.br

Comentários