Flamengo x Palmeiras: Confusão em túnel teve provocação de auxiliar de Abel e Marcos Braz no chão após socos

Uma confusão envolvendo vários integrantes de Palmeiras e Flamengo aconteceu neste domingo (11), em Brasília, na reta final da decisão da Supercopa do Brasil. O entrevero se deu no túnel que liga vestiários e campo do Mané Garrincha e teve até ao menos dois socos no vice-presidente de futebol rubro-negro, Marcos Braz, que foi ao chão.

Foto: Reprodução ESPN.com.br

A confusão começou quando o auxiliar técnico do Palmeiras João Martins, expulso de campo, passou pelo túnel a caminho do vestiário e provocou dirigentes do Flamengo.

“Levem logo a taça”, disse o alviverde para o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, que lá aguardava os minutos finais da partida. O cartola rubro-negro não gostou do que ouviu e rebateu as provocações, se aproximando de Martins e aumentando o tom da discussão.

Também presente ao túnel que liga vestiários e campo do Mané Garrincha, o diretor executivo de futebol do Flamengo, Bruno Spindel, rebateu as provocações direcionadas a Braz: “Vai tomar no c…”, disse.

Dois seguranças do Palmeiras que estavam no local não gostaram do tom do dirigente flamenguista e se envolveram no tumulto com diretor e vice-presidente rivais. Na confusão, João Martins e Marcos Braz trocaram socos. Os seguranças também participaram das agressões.

Atingido, o vice do Flamengo escorregou na escada no túnel e caiu. Foi quando seguranças e jogadores do time carioca correram para o local. No chão, Braz foi novamente atingido.

O cartola foi levantado enquanto atletas, seguranças e dirigentes dos dois times trocavam empurrões e outros socos. Funcionários do estafe da CBF e seguranças privados contratados para o jogo acalmaram os ânimos após alguns minutos de muita discussão e agressões.

Por: Pedro Ivo Almeida/ESPN.com.br

Comentários