Fifa muda prêmio de melhor do mundo: agora vai analisar a temporada

Prêmio da entidade deixará de olhar para o ano-calendário, e irá ser realizado em diversas sedes, sendo Londres a primeira

A Fifa vai mudar o critério de seu prêmio para os melhores jogadores e técnicos do mundo. A premiação vai deixar de analisar o ano-calendário, como sempre foi, para analisar a temporada europeia.

Cristiano Ronaldo premio Fifa The Best (Foto: AFP)

Assim, o próximo prêmio será entregue em outubro, a partir de uma análise da temporada 2016-2017. Outra mudança será a rotatividade das sedes do evento, que deixa de ser sempre em Zurique. A primeira cidade fora da Suíça a receber o evento será Londres, no dia 23 de outubro de 2017.

A mudança pretende facilitar os critérios de avaliação de jogadores e técnicos indicados ao prêmio. O atual detentor do troféu de melhor jogador do mundo é Cristiano Ronaldo, que caminha para ganhar sua quinta bola de ouro e assim igualar Lionel Messi, recordista de prêmios.

Durante 2010 e 2015, a Fifa unificou a premiação com a revista France Football, mas a parceria foi encerrada. A Fifa adotou nova fórmula de eleição para o prêmio de 2016. A entidade abriu espaço para o público nas votações para melhor jogador e melhor técnico no futebol masculino e feminino (por insistência do presidente Gianni Infatino), representando 50% dos votos ao lado de 200 jornalistas – os demais 50% são representados por técnicos e jogadores.

Além do prêmio de melhor jogador do mundo, a Fifa também distribuiu troféus em outras categorias, como melhor técnico, melhor técnica e melhor jogadora. Isso tudo sem falar do prêmio Puskás, que é entregue ao autor do gol mais bonito do ano.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários