Eurico Miranda se pronuncia após denúncia do MP: ‘É uma grande sacanagem’

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, se pronunciou sobre o pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro pelo seu afastamento e de toda a atual diretoria, além do pagamento de multa. Segundo o cartola cruzmaltino, o caso é uma grande sacanagem.

“Essa barbaridade que inventaram… Esse procuradorzinho é outro recalcado em relação ao Vasco. Não colocaram prova nenhuma. Tenho há três anos um funcionário que foi integrante da Força Jovem. Não existe nessa país algo que impeça de eu contratar alguém que algum dia foi do partido comunista, do partido nazista… Isso é uma grande sacanagem. Eles que provem. Ligação eu tenho com todos, mas não essa que querem insinuar. Não querem saber que eu tenho mais de duas mil crianças na escola do Vasco”, afirmou.

O Ministério Público acusa Eurico Miranda de acobertar torcida organizada do clube, além de alegar que o Vasco desrespeito o Estatuto do Torcedor no que se refere à violência e dificulta o trabalho da Polícia Militar em dias de jogos. O MP utilizou a confusão ocorrida no clássico entre Vasco e Flamengo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 8 de julho. Naquela partida, o time de São Januário perdeu para o rubro-negro por 1 a 0.

Por Bahia Notícias

Comentários