Estádio Luiz Viana filho falta muito para ser liberado para à segunda divisão do Baianão 2019 e o Grapiúna pode mudar de nome e passará a se chamar “Barcelona do Nordeste”

Símbolo do antigo Grapiúna

Itabuna – O Estádio Luiz Viana Filho, mais conhecido como Itabunão, está em péssimas condições. Desde 2016, a FBF não autoriza a praça esportiva de receber jogos profissionais e a única coisa que está boa é o gramado.

O gramado se encontra em bom estado

O Itabunão, como é conhecido foi inaugurado em 28 de julho de 1973, no jogo entre o Itabuna e o Vitória com placar final de 2 a 2. O primeiro gol do estádio foi do jogador do EC Vitória Osny. O maior público do estádio ocorreu no jogo entre o Flamengo-RJ e o Vasco da Gama-RJ no dia 20 de março de 1977 com um público de 28.213 pessoas, com placar de 2 a 1 para a equipe do Flamengo.

No momento o gramado encontra-se em bom estado para a prática esportiva. Há alguns meses o gramado foi destruído devido a um incêndio dentro do estádio. Porém, só o gramado não é necessário para se liberado pela FBF.

Segundo informações há um grande projeto para o futebol em Itabuna.  Esse projeto pode acontecer através do empresário Weliton Nascimento e do Pastor Márcio Cerqueira. Esse grande projeto esportivo se acontecer vai ter duração de 5 anos e promete mudar o cenário do futebol Baiano em organização e profissionalismo, sendo administrado por Weliton Nascimento.

O time do Grapiúna se ocorrer a mudança passará a ser chamado Barcelona do Nordeste. O agora o “Barcelona do Nordeste” vem para ser a maior força da Bahia. Mas para acontecer ainda falta o aval da Federação Bahia na de Futebol.

Fonte: Blog São José Notícias

Comentários