Doce Mel vive dificuldades financeiras na volta do futebol

A equipe do Doce Mel retornou aos treinamentos na última semana já em preparação para suas duas últimas partidas da 1ª fase do Campeonato Baiano de 2020. O time enfrenta a equipe do Jacobina, na Arena Cajueiro, na próxima quinta-feira (23) e recebe o Vitória no domingo, no Jóia da Princesa, ambos em Feira de Santana.

“Começamos os trabalhos ontem, muito pouco tempo para realização de uma partida de futebol”, afirmou o presidente do clube, Eduardo Catalão. O dirigente ressaltou que todos os atletas que disputaram o Baianão pela equipe antes da pandemia foi recontratada.

Ainda de acordo com Catalão, as dificuldades de transporte e local para treinamento, além da falta de dinheiro e a própria Covid-19 são os principais problemas para o clube neste momento.

Doce Mel vive dificuldades financeiras e de localidades no retorno da pandemia.

Assim como no início do campeonato, o Doce Mel não poderá mandar jogos em Ipiaú. Antes da pandemia, o Estádio Pedro Caetano ainda estava em obras, o que fez com que a equipe realizasse suas partidas no Lomantão em duas oportunidades – contra Atlético de Alagoinhas e Fluminense de Feira – desta vez os altos índices de coronavírus em sua cidade não permitirão o retorno do futebol na localidade.

O município de origem do time tem até o momento, 1.108 casos de coronavírus e 12 óbitos. Dos 4 jogos do Doce Mel como mandante no Baianão 2020, apenas a partida contra o Vitória da Conquista pôde ser disputada em Ipiaú.

Atualmente, a equipe realiza sua preparação no Resort Paraguassu, em Santo Estêvão, distante 269 km de Ipiaú e 44 km de Feira de Santana. O clube está na 9ª colocação com 4 pontos.

Por Igor Novaes/Diário Esportivo

Comentários