Dario Rêgo consegue na Justiça retorno à presidência do Galícia; clube nega

Rebaixado à Série B do Campeonato Baiano, o Galícia tem novo presidente, mesmo sem estar participando de competições oficiais. Dario Rego, está de volta ao cargo, por meio de uma decisão proferida pela 6º vara de juizados especiais, nesta quarta-feira (12). Ele havia sido afastado da presidência do Granadeiro em novembro do ano passado, numa Assembleia Extraordinária convocada pelo Conselho Deliberativo da agremiação. “Eu fui tirado de uma forma sorrateira e traiçoeira por um conselho que foi eleito em consenso comigo. Eles colocaram o clube na pior situação que teve até hoje. Não pagaram um jogador. Contrataram 60 jogadores e três técnicos num período de 10 jogos, colocando a imagem do clube no ralo. A Justiça reconheceu meu direito e viu que tudo foi feito de forma irregular”, desabafou, em entrevista ao Bahia Notícias. Procurada pela reportagem do BN, a assessoria galiciana disse que o clube ainda não foi notificado e, portanto, não é algo oficial. Manolo Muinõs presidiu a agremiação soteropolitana no Baianão deste ano.

Por Matheus Caldas

Comentários