Curso de Qualificação de Gestores de Ligas de Futebol superou expectativas em Juazeiro

 “Começamos o ano de 2018 com o pé direito”. Dessa forma, o secretário Sérgio Fernandes, titular da pasta de Cultura, Turismo e Esporte da Prefeitura Municipal de Juazeiro-BA, se expressou para sintetizar o seu pensamento quanto à realização do curso de Qualificação de Gestores de Ligas de Futebol durante dois dias – sexta 19 e sábado 20 – no auditório da APLB/Sindicato.Em sua fala, o secretário lembrou que “conhecimento é um valor que ninguém nos rouba e vale para a vida toda”. Sobre a temática do curso, Fernandes não poupou elogios: “Os temas abordados durante o evento, como cita o próprio título do curso, chegam à nós para nos qualificarmos, seja preenchendo lacunas ou enriquecendo nosso aprendizado”.

Entre os participantes, uma opinião comum a todos: a boa aceitação da iniciativa de trazer o curso e o legado que ele, por certo, deixará. “Saio daqui valorizado. Por vezes pensamos que sabemos tudo e quando assistimos a profissionais desse nível é que descobrimos que o que sabemos é pouco” – confessou Romilton da Silva, presidente do Clube Social Barro Vermelho, filiado à Liga Desportiva Juazeirense.O curso é pioneiro no Brasil, e surgiu de uma iniciativa da Superintendência do Desporto do Estado da Bahia (Sudesb), que ganhou a aprovação e o financiamento do Ministério do Esporte. Logo vieram os apoios da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Federação Baiana de Desporto de Participação (FBDP) e chegou a Juazeiro através da Prefeitura Municipal, após percorrer os 27 territórios do Estado.

Além do secretário Sérgio Fernandes, a etapa local foi prestigiada por figuras exponenciais do esporte baiano, entre as quais o Diretor Geral da Sudesb, Prof. Elias Dourado; Dr. Sinval Vieira, Coordenador de Excelência Esportiva da Sudesb; Prof. Luiz Machado, presidente da FBDP; o Superintendente de Esportes da Prefeitura de Juazeiro, Gilberto Pacheco; e os deputados estaduais Roberto Carlos e Crisóstomo Lima (Zó).Temas do Curso

Com temas identificados com a organização e a prática esportiva, o público presente – segundo maior entre as 23 edições realizadas – participou ativamente das palestras e clínicas apresentadas ao longo do curso.

O Dr. Manfredo Lessa, vice-presidente da FBF, falou sobre o Direito Esportivo, abordando Estatuto do Torcedor, Lei do Passe e Direito Federativo e de Imagem.

Também dirigente da FBF, o Dr. Marco Costa discorreu sobre o Marketing Esportivo, ferramenta importante na busca de recurso e consolidação das marcas dos clubes, ligas e federações.

O representante da FBDP, professor Md Enrique Caldas, ensinou como elaborar e gerir projetos, mostrando os elementos essenciais na criação de demandas nessa área. Funcionou como facilitador o Dr. Wilton Brandão, da Sudesb.

A presença feminina esteve a cargo da Dra. Claudia Pedral, que explorou um tema pouco valorizado no meio esportivo, que são as Relações Interpessoais e Ética na relação entre dirigentes, atletas, imprensa, público, arbitragem e empresários.Mediada pelo Coordenador de Excelência Esportiva da Sudesb, Dr. Sinval Vieira, uma palestra, no entanto, atraiu a atenção dos participantes. Escalado para falar de Formação de Equipes e Gestão, Escolinhas de Futebol e Trabalhos com fundamentos, o ex-jogador Beijoca provocou risos e lágrimas durante sua apresentação, ao relembrar casos pitorescos e às vezes trágicos, onde ele, proposital ou involuntariamente, se transformou no grande protagonista.

E não foram poucas as histórias desse artilheiro que em 21 anos de carreira como jogador profissional – que ele garante que nunca foi – conquistou 16 títulos oficiais e fez mais de 400 gols, em suas contas.

Seu depoimento encorajou ex-jogadores locais como Janilson, Wagner, Dedé, Nixon, Yê-Yê, Nonato, entre outros, a relatar episódios marcantes em suas trajetórias nos campos e nos bastidores do futebol.

No encerramento, os participantes receberam certificados e material educativo sobre os temas abordados.

Por Carlos Humberto – texto e fotos

Comentários