Cresce números de adeptos a prática de ciclismo na quarentena em Teixeira de Freitas

Teixeira de Freitas – Mesmo em tempos de pandemia, em que o ‘fique em casa’ é a medida mais eficaz para conter a disseminação do novo coronavírus, sabemos que a maioria das pessoas ainda precisa sair na rua e se deslocar até o trabalho, além disso, o exercício físico, com o fechamento das academias, também pode ser um problema.

No entanto, no infográfico divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o ciclismo e caminhada são definidos como formas de limitar o contato físico e prevenir a doença.

A bicicleta vem recebendo destaque positivo e confiança durante esta pandemia. Por exemplo, no Reino Unido, já houveram pedidos para criar um espaço extra protegido para ciclistas enquanto a pandemia durar, algo que já acontece em cidades como Berlim. E na Itália, também existem planos de aumentar rotas ciclistas permanentemente em Milão, uma das cidades mais afetadas pelo vírus.

Em Teixeira de Freitas também tem crescido a adesão de pessoas a essa modalidade esportiva. “Vale salientar que o ciclismo é o esporte que mais vem crescendo no mundo graças a suas adversidades, conjunto de práticas saudáveis englobando em uma única modalidade esportiva. Além disso, tem o contato direto com o meio ambiente e acima de tudo novas amizades são feitas, sem contra as inúmeras trocas de experiências. Só para se ter ideia Teixeira de Freitas tem hoje mais de 30 grupos de ciclistas em atividade pedalando todos os dias”, disse Wilson Gonçalves do grupo de pedal “Texas Bike”.

Com informações Sulbahianews

Comentários