Conheça a jogadora teixeirense que conquistou o vice-campeonato baiano de futebol

Esta 33ª edição do Campeonato Baiano de Futebol Feminino de 2021 organizada pela Federação Baiana de Futebol (FBF), teve início em 29 de agosto e terminou no último dia 16 outubro, e revelou um destaque teixeirense no meio de campo.

Ingrid Ornella, de 27 anos, moradora do bairro Tancredo Neves, participou pela primeira vez da competição e trouxe para casa a taça de vice-campeã, conquistando uma vaga para Série A3 do Campeonato Brasileiro Feminino de 2022 contra o Bahia, pelo time Doce Mel, de Jequié.

A camisa 8 contou para o SulbahiaNews que chegar à final contra o Bahia foi motivo de orgulho para toda a equipe. O Bahia se manteve invicto durante toda a competição, empatando apenas contra o Doce Mel. No jogo de ida da fase final, em Jequié, o Doce Mel venceu a equipe tricolor por 1 a 0, mas o Bahia acabou levando a taça no jogo da volta, em Pituaçu, vencendo por 4 a 0.

Ingrid relata que joga desde a infância, mas nunca tinha treinado em uma escolinha de base no futebol. Apenas com 17 anos, quando começou a estudar no CEMAS, em Teixeira, que teve a oportunidade de participar da sua primeira competição, durante os Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) projeto estruturante da rede estadual de ensino.

“Ali foi a primeira competição em que eu joguei, acabei sendo destaque nos jogos e nessa época a seleção de Teixeira estava selecionando atletas e eu fui convocada”, conta.

A atleta relembra que treinou muito para conseguir um espaço como titular da seleção teixeirense, mas que contou com a ajuda da professora Edna e o professor Manivaldo, na Escolinha Oriente. De competição em competição, o nome da teixeirense começou a ser reconhecido tanto na Bahia, quanto no Espírito Santo e Minas Gerais.

Após uma lesão no joelho, que se desdobrou em um período de mais 6 anos, Ingrid realizou uma cirurgia na articulação, ficando mais dois anos fora dos campos. Foi então que tinha Tinho, treinador do Doce Mel, teve a oportunidade de ver a performance de jogadora, em Itabuna, e a recrutou para o time neste ano de 2021.

Ingrid finaliza comentando que participar da competição foi um sonho realizado, e deixa uma palavra de motivação para os demais atletas teixeirenses.

“Se você tem um sonho, nunca desista, nunca deixei ninguém te desmotivar em nada. Obstáculo vai ter mas só você é capaz de vencê-lo”.

Por Débora Rezende/SulbahiaNews

Comentários