Como Corinthians é o time que os rivais ‘mais gostam de ver’ no Brasileirão

O Corinthians volta a jogar fora de casa neste domingo, quando vai à Salvador enfrentar o Bahia às 19h (de Brasília). E a expectativa é de casa cheia. Cerca de 30 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para o jogo.

Mas enfrentar um estádio lotado não é nenhuma novidade para o time de Fábio Carille. Pelo contrário: neste Brasileirão, o líder Corinthians é o time que os rivais ‘mais gostam’ de ver.
Explica-se: o Corinthians é o time que tem a melhor média de público quando atua como visitante neste campeonato – algo que já havia acontecido também no ano passado.

Há, claro, algumas coisas que ajudam a explicar. A primeira é que o time briga pelo título, o que torna boa parte dos jogos mais atraente.

Foi assim, por exemplo, que o Grêmio conseguiu o quinto maior público do Brasileirão até agora, quando fez o duelo de líderes com o Corinthians no primeiro turno.

Outro ponto importante é a rivalidade com um time que está enchendo sempre o estádio em sua luta contra o rebaixamento. O São Paulo teve simplesmente o maior público da competição quando enfrentou o Corinthians.

O time de Carille ainda tem o jogo diante do Atlético-MG, no Mineirão, como o oitavo maior público do Brasileirão.

O Corinthians é o único que aparece mais de uma vez como visitante nesse top-10 de público – e tem logo três partidas.

Assim, a média corintiana em jogos como visitante é de 27.244 pagantes, bem acima do Flamengo, segundo colocado na lista com 20.689 de média.

[]

E, como o Corinthians também não decepciona quando é mandando do jogo, o clube simplesmente tem as melhores médias tanto como mandante quanto como visitante.

[]

JEJUM FORA DE CASA

Apesar de ser um ótimo visitante no Brasileirão, o Corinthians não vence há três jogos longe de Itaquera, sendo uma derrota e dois empates, além da igualdade contra o Racing pela Copa Sul-Americana. Para poder encerrar essa sequência, o técnico Fábio Carille contará com importantes retornos ao time. Após cumprirem suspensão pelo terceiro cartão amarelo, Fagner e Romero voltar a ficar à disposição.

Além disso, outra novidade foi a volta do meia Danilo entre os relacionados para o jogo, fato que não acontecia desde agosto. O atleta quebrou a perna no ano passado e não atua desde julho de 2016. Por sua vez, o zagueiro Pablo, que ficou fora do jogo contra o Coritiba por conta de um desconforto na coxa esquerda, volta a ser desfalque contra o Bahia, assim como o volante Gabriel, que ainda cumpre a punição imposta pelo STJD.

Pelo lado do Bahia, Paulo César Carpegiani ainda não decidiu qual equipe entrará em campo, mas o comandante terá à disposição o zagueiro Tiago e o volante Edson, que cumpriram suspensão pelo terceiro cartão amarelo na última rodada. Além disso, Thiago Martins, Matheus Sales e Allione, que não puderam atuar no empate do time com o Palmeiras na última rodada, estão liberados para jogar, enquanto o atacante Mendoza, que pertence ao Corinthians, não pode entrar em campo por questões contratuais.

E a esperança tricolor é justamente em contar com o apoio da torcida para vencer o jogo.

“No domingo, acho que o nosso 12º jogador será fundamental. Vamos enfrentar uma grande equipe, mas é nossa obrigação vencer em casa. Nós não podemos errar”, disse Carpegiani.

FICHA TÉCNICA BAHIA x CORINTHIANS 

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA) Data: 15 de outubro de 2017, domingoHorário: 19 horas (Brasília) Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Juninho e Vinícius; Zé Rafael, Rodrigão e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Camacho e Maycon; Rodriguinho, Jadson e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille

Fonte: ESPN.com.br

Comentários