Com muitos titulares, barca do Vasco tem um time inteiro e vai aumentar

Após fracassar e não conseguir o acesso à Série A, o Vasco entendeu que era necessário mudar muita coisa e passar por uma grande reformulação. Até o momento, 11 jogadores saíram e alguns outros negociam a rescisão contratual. Um time inteiro, em sua maioria formado por atletas que foram titulares em algum momento da temporada. E é fato que a equipe terá uma nova cara.

Fora o fato de não ter goleiro, essa poderia facilmente ser a escalação do Vasco em algum jogo da Série B. Nomes como Marquinhos Gabriel, Cano, Morato, Zeca e Andrey foram titulares durante toda competição. Dos 11 que saíram, Walber e Michel foram os que menos jogaram.

Barca do Vasco já tem um time inteiro de jogadores de saída — Foto: ge

Entre os que saíram, quase todos estavam em fim de contrato. A exceção é Ricardo Graça, negociado nessa semana com o Jubilo Iwata, do Japão.

Castan e Vanderlei devem ser os próximos

O “time” não tem goleiro, mas deve ganhar um camisa 1 em breve. Vanderlei atingiu meta de jogos estabelecida em contrato, o que lhe garantiria renovação automática. No entanto, o acordo ainda não foi assinado, uma vez que ele não está nos planos para a próxima temporada. O Vasco negocia a rescisão, e é improvável que ele siga em 2022.

Situação semelhante à de Leandro Castan. O capitão vascaíno nas últimas temporadas tem vínculo até dezembro de 2022, mas clube e jogador entendem que é hora de encerrar a relação devido ao desgaste. O Vasco deve dinheiro ao zagueiro, e as partes buscam um acordo.

Até o momento, para repor as saídas, o Vasco anunciou o goleiro Thiago Rodrigues (CSA), os zagueiros Anderson Conceição (Cuiabá) e Luís Cangá (Delfin), o lateral-esquerdo Edimar (Bragantino), o volante Yuri Lara (CSA) e o meia Isaque (Grêmio). O clube também tem acordos com o meia Vitinho (Corinthians) e com atacante Raniel (Santos), mas ainda não confirmou as contratações.