Campeonato Brasileiro deverá ter pela primeira vez na história apenas dois cariocas

O Campeonato Brasileiro de 2021 deverá ter, pela primeira vez na história, apenas dois representantes cariocas. Com o já consumado rebaixamento do Botafogo e a mais que provável queda do Vasco, que só não acontecerá se houver um verdadeiro milagre, o futebol do Rio de Janeiro terá o menor número de representantes na elite nacional desde o começo do Campeonato Brasileiro (1971).

O Flamengo é o único carioca que participou de todas as 50 edições do Brasileirão. Botafogo e Fluminense participaram de 48 edições, enquanto o Vasco, rebaixado agora pela quarta vez (com a ressalva do milagre), participou de 47. Além dos quatro grandes, vale destacar as 17 participações do América e as dez do Bangu. Americano (sete), Goytacaz (quatro), Olaria (três), Volta Redonda (três), Campo Grande (dois) e Friburguense, Madureira e São Cristóvão (uma cada) também estiveram no Brasileirão.

O ano com mais representantes cariocas foi 2000, na chamada Copa João Havelange. O Brasileiro daquele ano foi dividido em vários módulos, sem diferença de divisões. Tanto que o vice-campeão, São Caetano, havia sido eliminado na segunda fase da Série B na temporada anterior. A João Havelange teve a presença, contando todos os módulos, de 11 times do Rio de Janeiro (além dos quatro grandes, América, Americano, Bangu, Friburguense, Madureira, Olaria e São Cristóvão).

A primeira vez que o Rio não contou com os quatro grandes foi em 1998, com o rebaixamento do Fluminense no ano anterior. Depois disso, foi representado por três clubes outras cinco vezes: 99 (sem o Flu), 2003 (sem o Bota), 2009 (sem o Vasco), 2014 (Vasco), 2015 (Botafogo), 2016 (Vasco). Em 2021, o Estado, perto de confirmar o 16° título (em caso de vitória do Flamengo na quinta), terá apenas dois representantes.

Fonte: Site O Gol

Comentários