Braz diz por que renovação de Arrascaeta com Flamengo travou mesmo após oferta de cinco anos e aumento salarial

Arrascaeta é um dos destaques do Flamengo na temporada Alexandre Vidal/Flamengo

Desde 2019 no Flamengo, Arrascaeta entrou para a galeria de ídolos do clube com títulos importante. Um dos destaques da equipe de Renato Gáucho, o uruguaio vive um imbróglio contratual.

Apesar do vínculo até o fim de 2023, o estafe do atleta deseja que o acordo firmado em 2019 de compra de 20% dos direitos econômicos que pertencem ao Defensor seja feito. No entanto, por conta da pandemia, o Flamengo recuou na aquisição.

Nesta segunda-feira, o vice de futebol Marcos Braz deu entrevista coletiva após a apresentação de Andreas Pereira. Questionado sobre a novela Arrascaeta, o cartola abriu o jogo sobre a situção, admitiu que reuniões estão sendo feitas para selar o novo acordo, mas admitiu que não há um prazo para finalizar. “Sistematicamente fazemos reuniões para superar o estágio que está agora. Tem duas questões no mesmo pleito. A situação financeira e de tempo de trabalho, que já está ajustada. E tem o ponto que o empresário entende que temos que avançar mais no percentual que já temos do Arrascaeta. Entendemos as posições do atleta e do empresário. Não é nenhum absurdo “, afirmou Braz, para completar.

“Não quer dizer que precisamos avançar no percentual completo. Temos que ter calma e fazer de uma maneira justa e correta. Se tem alguém que acredita no Arrascaeta e o respeita somos nós dessa diretoria. Compramos por um volume grande de dinheiro e estávamos certos”, completou.

Em seguida, Braz fez questão de rasgar elogios ao uruguaio. Segundo ele, por tudo conquistado dentro do clube, Arrascaeta se tornou o estrangeiro mais importante da história do Flamengo.

“Para mim, o Arrascaeta é maior estrangeiro da história do Flamengo. Mesmo faltando dois anos e meio de contrato, nos colocamos à disposição para fazer um novo contrato de cinco anos. Flamengo vai dar o aumento e os pedidos possíveis, mas temos que ter calma. Não tenho dúvida que vamos resolver, sem pressão. Não adianta que isso não resolve de uma hora para outra”, finalizou.

Fonte: ESPN.com.br

Comentários