Brasil tem sete clubes entre os que mais lucraram no mundo em 10 anos de mercado e um no top 10

A Fifa divulgou, nesta segunda-feira, um balanço dos últimos dez anos de transferências no mercado internacional. Entre os aspectos analisados no relatório, está os clubes que tiveram os maiores lucros no período, na relação entre o dinheiro gasto e recebido em transações. Sete equipes do Brasil aparecem no top 30.

Segundo o órgão máximo do futebol, de 2011 a 2020, ninguém negociou tão bem como os três maiores clubes de Portugal, que ocupam as três primeiras posições do ranking. O topo da lista é do Sporting, que conseguiu o maior lucro vendendo 226 atletas e comprando 147. A Fifa não detalhou, no entanto, o valor exato arrecadado.

Na segunda colocação, apareceu o Benfica e o Porto, na terceira. Ajax, da Holanda, e Lyon, da França, completaram o top 5. O primeiro brasileiro da lista, e o único a figurar no top 10, é o São Paulo, na sétima colocação, atrás também do francês Lille.

As dez primeiras posições são completadas, nesta ordem, por Red Bull Salzburg, da Áustria; Monaco, da França; e Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Os outros clubes brasileiros que aparecem nesta lista são Santos (20º), Flamengo (21º), Corinthians (23º), Fluminense (24º), Grêmio (25º) e Internacional (29º).

No caso do São Paulo, melhor brasileiro, foram 117 jogadores negociados, pelos quais 40,5% geraram valor em dinheiro, e 63 adquiridos. O Santos ficou na 20ª colocação apesar de apenas 55 atletas vendidos para o exterior desde 2011 e 51 comprados de fora.

Fonte: ESPN.com.br

Comentários