Bahia rescinde com a Umbro para ter marca própria a partir de agosto

O Bahia não tem mais ligação com a fornecedora Umbro. Presidente do clube, Guilherme Bellintani confirmou na última segunda-feira (26) que chegou a um acordo de rescisão contratual com a empresa para que o Tricolor possa executar o plano de ter uma marca própria para os seus uniformes. A mudança deve ser implantada em agosto.

“Esta é uma decisão tomada. A Umbro foi muito parceira e fizemos esse acordo da rescisão do contrato. Vamos já nos próximos dias efetivar esse novo modelo que é de marca própria de uniformes”, disse o mandatário, em entrevista ao jornal Correio*.

O nome da marca ainda não está definido, mas os padrões vão ser fabricados pela Bomache, empresa cearense que fornece o material do Paysandu e do Santa Cruz. Antes, a empresa já fazia camisas licenciadas para o Tricolor. Os primeiros modelos da nova marca serão escolhidos pela torcida, em concurso que foi lançado na última semana.

“A Umbro lançará em abril o uniforme da Copa do Mundo (em homenagem à Rússia). Só ele e encerra o ciclo. A partir do segundo semestre, em agosto, teremos a marca própria”, indicou o mandatário, que apontou a mudança ocorreu para que o clube tenha maior arrecadação com as vendas.

“Se fosse um projeto razoavelmente vantajoso, não seria suficiente. Teria que ser muito vantajoso economicamente. E nas nossas contas, vamos multiplicar de três a quatro vezes os royalties [parcela da venda]”, explicou.

O Bahia rescinde com a Umbro após quase dois anos de parceria.

Por Bahia Notícias

Comentários