“A gente chega em uma condição muito boa”, afirma André Borges sobre a estreia do Baianão 2020

O ECPP Vitória da Conquista começou a se preparar para o Campeonato Baiano no dia 3 do de dezembro de 2019. Um mês e meio depois de treinamentos físicos,táticos e técnicos, a equipe fará a sua estreia na próxima quarta-feira (19) contra o Jacuipense.

Preparador físico do ECPP, André Borges está confiante quanto ao preparo dos atletas. (Foto: Luciana Flores).

No que diz respeito ao aspecto físico, o preparador do Alviverde, André Borges, em entrevista exclusiva ao Diário Esportivo, garantiu que o time chega na melhor das condições para a partida contra o Leão do Sisal: “A gente chega em uma condição muito boa, já são 45 dias de trabalho como começamos antes. Tivemos um bom planejamento desde a parte médica, de fisioterapia, nutrição, até chegar aqui na preparação física, fizemos esse trabalho integrado com todos os profissionais. Os atletas vão chegar com condicionamento bem ideal para suportar os 90 minutos da estreia”.

Além disso, André comentou a importância do empate contra o Doce Mel em amistoso que ocorreu na última quarta-feira (15): “Tivemos um parâmetro muito bom contra a equipe do Doce Mel, que é uma equipe que vem trabalhando há 45 dias também e tivemos um desempenho físico muito bom, a gente saiu muito satisfeito”.

Nonato é a esperança de gols do Bode para o Baianão 2020 (Foto: Luciana Flores / Ascom ECPP Vitória da Conquista).

Em relação aos reforços que chegaram depois, caso do meia Natan e dos atacantes Danúbio e Nonato, a preparação teve que ser acelerada e revela que estes jogadores ainda estão abaixo em termos físicos do restante do elenco: “Nós tivemos que dar uma acelerada com eles, tanto o Nonato quanto o Natan, chegou também o Danúbio que estava vindo de outro clube e tinha começado uma pré-temporada de 10 dias. Nonato e Natan ainda estão aquém dos que estavam aqui há 45 dias, se os dois suportam 90 minutos vai depender muito da intensidade do jogo”.

Fonte: Diário Esportivo

Comentários