Campeonato itamarajuense da 1ª divisão começa no final do mês

Equipe Café Norte campeão Municipal de Futebol de Itamaraju 2016

Ao iniciarmos esta pequena matéria gostaríamos de disponibilizar parte da mesma aos clubes os quais estão inscritos na competição que está prestes a iniciar. Todavia estamos impossibilitados de fazê-la por falta de materiais (informações) para tal fim.

Diferentemente do início da década de 90 com o Barbozão recém-inaugurado, quando tínhamos times fortíssimos dos quais seus dirigentes faziam questão de levar todas e quaisquer informações ao rádio, em particular o programa esportivo da pioneira, Extremo Sul (início das transmissões) para que estas pudessem chegar o mais rapidamente possível ao torcedor. Entendiam os dirigentes da época que mantendo o torcedor informado, teria como resultado, estádio (Barbozão) lotado, e por consequência, os clubes envolvidos naquela partida bem como a Liga uma renda melhor.

Nos dias atuais ao contrário, os dirigentes sonegam informações quanto aos elencos dos respectivos clubes e desta forma fica difícil levar o torcedor ao estádio pois o mesmo não sabe quem e quais são os artistas (jogadores) do espetáculo (jogo). Como exemplo citamos a seleção de Itamaraju, claro que não vamos comparar o poder aquisitivo da Liga ao dos clubes no que diz respeito à contratação de jogador de nível tão elevado.

O que queremos mostrar é que antes mesmo do início do Intermunicipal a Liga divulga antecipadamente a relação dos atletas contratados. E para os jogos no Barbozão, ela (liga), divulga via rádio (programas esportivos) também de forma antecipada (a propaganda é a Arma do negócio). Lógico que não teremos jamais no Barbozão, um público de seleção num jogo de campeonato, mas poderiam ser superiores aos atuais.

A competição terá início no dia 28 de maio com rodada dupla no período vespertino. Na preliminar o Vitoria (Escolinha) encara o Vila Nova enquanto que o atual campeão Cafenorte recebe o EMTAN-Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves (povoado do Pau D’alho) na partida de fundo. Quanto ao encerramento, o mesmo está previsto para, 02 ou 09 de julho. O campeonato um tanto quanto atrasado, é composto por 08 (oito) agremiações divididas em 02 (dois) grupos de 04 (quatro) equipes cada. Eis abaixo as equipes que integram o campeonato e seus respectivos grupos:

Grupo “A”

Cafénorte

EMTAN

São domingos

Juventus

Grupo “B”

Vitória

Vila Nova

Alho

Bomba

Como quantidade não é sinônimo de qualidade, é grande a expectativa de que tenhamos um campeonato muito mais competitivo se levarmos em consideração ao disputado no ano passado. Diferente daquela oportunidade quando eram 10 (dez), desta feita serão apenas 08 (oito) equipes. E aí que, digamos, entra a lei da oferta e da procura; menos times, significa mais atletas disponíveis no mercado, o que dá aos clubes um maior poder de escolha e consequentemente equipes mais fortes. É esperar para ver.

O campeonato trará consigo um problema que preocupa tanto diretores de clubes quanto da Liga, haja vista que se observa um desequilíbrio se compararmos o nível de algumas equipes que compõem os grupos; inclusive, o grupo “B”, é tido como da morte, devido o mesmo ser formado por equipes que normalmente investem mais do que as do outro grupo “A”, com exceção é claro, da Cafénorte (atual campeão) que sempre vem forte. E se há dúvida quanto ao fato anteriormente narrado, que recorramos a classificação destas mesmas equipes no campeonato passado.

Para se evitar de repente tais injustiças, uma das saídas seria criar um ranking, ou até mesmo optar pela forma de pontos corridos. Porém, para essa hipótese, seria necessário que houvesse uma redução quanto no número de 08 (oito) para 06 (seis) equipes.

Por Antônio Viana

Comentários