Vitória da Conquista completa 14 anos de existência

O Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista comemora hoje 14 anos de existência. Fundado em 2005, o alviverde disputou sua primeira competição no ano seguinte, sendo campeão invicto da segunda divisão baiana, com 7 vitórias e 7 empates.

De 2007 pra cá, se manteve como uma das forças do futebol da Bahia, figurando hoje entre os 100 melhores clubes brasileiros segundo ranking da CBF. Neste período conquistou 5 Copa Governador do Estado, chegou a duas decisões do campeonato estadual e disputou dezenas de competições nacionais como Série C e Série D do Campeonato Brasileiro, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, além de competições nas categorias de base, com destaque para a Copa 2 de Julho, Copa Rio Sub 17 e Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Revelou neste tempo dezenas de atletas que hoje estão espelhados pelo Brasil em clubes das várias divisões do futebol nacional.

Ederlane Amorim, atual presidente do ECPPVC

A exceção de duas edições do campeonato estadual, o Bode sempre lutou pelas primeiras posições e com isso não só se manteve na Série A, mas já marca o seu nome como um dos principais clubes da Bahia.

Conquistou uma legião de torcedores, sendo hoje a terceira torcida do estado na rede mundial de computadores, atrás apenas de Bahia e Vitória. No Facebook são quase 31 mil seguidores e no Instagram se aproxima dos 9 mil.

O site do clube, com mais de 3 milhões de acesso e com uma média de 30 mil visitas/mês, números que ultrapassam os 50 mil em épocas de competições.

“Nós só temos que agradecer, pois nestes 14 anos marcamos o nosso espaço com um trabalho sério, voltado para a realização de um projeto sem fins lucrativos para seus dirigentes e honrar o nome da cidade de Vitória da Conquista”, afirmou o presidente Ederlane Amorim.

Ainda segundo Amorim, “mesmo com toda a dificuldade de manter este projeto com poucos recursos financeiros, sempre primamos por uma política austera, colocando sempre o ‘chapéu onde o braço alcança’, consequentemente, não caindo nos erros de vários clubes pequenos que acabam se endividando e até mesmo fechando as portas”. “Não é fácil, este ano de 2019 por exemplo será um dos mais difíceis da nossa existência, mas toda a nossa diretoria está imbuída de fazer mais uma bela página na nossa história.

Por Júnior Patente

Comentários