Vinícius Jr., Palmeiras e Botafogo evitam que grandes brasileiros fechem 2017 no vermelho

Cinco dos 12 maiores clubes do Brasil fecharam 2017 no vermelho. O prejuízo somado foi superior a R$ 225 milhões e só não foi maior que o superávit registrado pelos outros sete graças à venda de Vinícius Júnior, do Flamengo, e também bons resultados de Palmeiras e Botafogo.

O clube rubro-negro foi, de longe, que conseguiu o maior superávit da última temporada, com R$ 159 milhões. Desse valor, contudo, pouco mais de R$ 100 milhões vieram do dinheiro recebido pelo Real Madrid na compra do jovem atacante. O clube ainda tem mais R$ 50 milhões para receber, em 2019, pela venda do jogador.

Já Palmeiras e Botafogo tiveram resultado positivo acima dos R$ 50 milhões. A equipe paulista registrou superávit de R$ 57 milhões, enquanto a carioca, R$ 53,3 milhões.

Cruzeiro, São Paulo, Santos e Grêmio completam a lista dos principais clubes do país a fechar 2017 no azul, mas com superávit somado que não chega aos registrados por qualquer um dos três primeiros da lista. O maior deles foi o dos mineiros, com R$ 30,5 milhões.

Já entre os times que fecharam a última temporada no vermelho, o maior déficit foi o do Fluminense, com R$ 79,4 milhões. Em seguida, o do Internacional: R$ 62,5 milhões.

Campeão estadual e brasileiro no ano, o Corinthians também teve prejuízo, de R$ 35,1 milhões, o terceiro maior do país. Vasco e Atlético-MG foram as outras equipes de resultado negativo, respectivamente, com déficits de R$ 22,9 milhões e R$ 25,1 milhões.

As Finanças Dos 12 Grandes Em 2017

CLUBE SUPERÁVIT/DÉFICIT
Flamengo R$ 159 milhões
Palmeiras R$ 57 milhões
Botafogo R$ 53,3 milhões
Cruzeiro R$ 30,5 milhões
São Paulo R$ 15,1 milhões
Santos R$ 2,9 milhões
Grêmio R$ 2,7 milhões
Vasco – R$ 22,9 milhões
Atlético-MG – R$ 25,1 milhões
Corinthians – R$ 35,1 milhões
Internacional – R$ 62,5 milhões
Fluminense – R$ 79,4 milhões

Fonte: ESPN.com.br

Comentários