“Vai ser difícil segurar”, afirma Falcão sobre despedida da Seleção Brasileira de Futsal

Falcão recebeu o “The Best” em janeiro (Foto: AFP)

O maior jogador de futsal de todos os tempos, Falcão, esteve nesta quinta-feira na cidade de Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. O eterno camisa 12 foi participar de um jogo festivo da abertura da 3ª Copa Mata Sul de Futsal. Com dois títulos Mundiais, duas Bolas de Ouro Fifa, quatro vezes eleito o melhor do mundo pelo site Futsal Planet, e o prêmio The Best, recebido em janeiro pela “Carreira Espetacular”, a trajetória intocável do ala de 39 anos parece que se aproxima não do fim, mas de um recomeço dentro das quadras.

– Estou em uma momento de decisão na minha vida. Depois da premiação de janeiro na Fifa, de melhor jogador da história, visitei quatro países nos últimos trinta dias e domingo estou indo para o Peru. Já no outro domingo faço Brasil e Colômbia, meu penúltimo jogo pela Seleção. O mundo está se abrindo de uma forma fantástica. Minha carreira está vivendo para parar de jogar, mas continuar vivendo jogando.

O jogador já esteve na cidade pernambucana no ano de 2012, após uma enchente devastar parte de Água Preta.

– Estou muito feliz de ter voltado pra cá cinco anos depois. Feliz de jogar em um ambiente de onde cresci jogando, sem obrigação de marcação ou concentração. É uma alegria muito grande estar aqui.

Após duas décadas vestindo a camisa da Seleção Brasileira, o jogador já planeja o jogo de despedida e afirma não saber como será a reação.

– Faço minha despedida da Seleção no segundo semestre com uma sensação de alegria e tristeza. 20 anos defendendo a camisa, é minha segunda pele. No dia da despedida vai ser difícil segurar a emoção. Espero fazer um jogo marcante.

Em relação ao futuro do time Canarinho, o maior da história disse que é hora de mudança e que espera uma nova safra competitiva.

– É um momento delicado. Tivemos uma Copa do Mundo decepcionante. É hora de reciclagem, uma nova geração está chegando. Espero que eles se preparem durante os próximos quatro anos para a Copa. Minha história foi feita, está escrita e não se apaga – declarou.

Apesar de confirmar aposentadoria da Seleção, Falcão espera continuar jogando em alto nível por mais um ano e conquistar títulos pelo Sorocaba Futsal.

– Vou continuar profissionalmente com a minha equipe. Esse ano e quem sabe até no ano que vem. Nós montamos um time muito competitivo, contratamos e nos reforçamos. Tem tudo para ser um ano especial.

Por Globoesporte.com

Comentários