Treinador Marcos Correa acredita na vantagem de decidir o Intermunicipal em casa

A final de 2018 vai se repetir em 2019. Itapetinga e Itamaraju vão decidir o título do Intermunicipal mais uma vez. O treinador Marcos Correa acredita que neste ano Itapetinga ganha uma leve vantagem, por ter o direito de fazer a última partida em casa.

“O fazer diferente foi brigar durante toda a competição para ficar em primeiro e poder trazer a final para dentro do Primaverão. A gente espera ser campeão com essa vantagem de jogar a decisão em casa. Existe uma pressão maior por estar decidindo diante do seu torcedor e cria uma expectativa muito grande. Mas a gente está tranquilo e confiante, o grupo também está focado e a gente espera que essa soma desses fatores nos traga o tricampeonato”, disse Marcos

Marcos também falou sobre a importância dos dirigentes acreditarem na manutenção do trabalho na duas seleções. Se por um lado ele virou o ano em Itapetinga, o seu adversário também teve possibilidade de seguir no comando de Itamaraju.

“São duas grandes seleções, com campanhas próximas uma da outra. Itapetinga levou uma vantagem na pontuação geral. O que mostra que a manutenção dos dois trabalhos, Itamaraju manteve Beto Oliveira e Itapetinga manteve o Marcos Corrêa, dá resultado. Estamos reeditando a final de 2018 e a gente espera que será uma grande final, quem errar menos sairá com o resultado. Espero que Itapetinga tenha aprendido com o ano passado e sair vencedor esse ano”, avaliou o treinador.

Fonte: Resenha na Rede com colaboração de Osvaldo Barreto

Comentários