Touré critica Guardiola e insinua que técnico não gosta de africanos: ‘Foi cruel comigo’

Foto: Reprodução / Instagram

Pouco utilizado na última temporada e fora dos planos do Manchester City, o meia Yaya Touré polemizou a respeito do técnico do time, Pep Guardiola. Em entrevista à “France Football”, o marfinense de 35 anos deu a entender que o espanhol não gosta de jogadores africanos e insinuou discriminação racial.

“Eu quero ser aquele que vai quebrar o mito Guardiola. Ele foi cruel comigo. Talvez os africanos não sejam tratados da mesma maneira por certas pessoas. Eu cheguei ao ponto de me perguntar se o problema era minha cor”, disse, segundo o GloboEsporte.com.

Recentemente, o treinador anunciou a saída de Touré do clube. O meia perdeu espaço desde a chegada de Pep.

“Quando você percebe que ele teve, frequentemente, problemas com os africanos, por todos os lugares onde passou, eu me questiono. Ele age como se não tivesse (problema), porque é inteligente demais para cair nessa armadilha. Ele nunca vai admitir”, apontou Yaya.

Yaya Touré foi peça fundamental na retomada do Manchester City. O marfinense chegou em 2010, negociado pelo Barcelona, onde perdeu espaço justamente após a chegada de Pep Guardiola. O volante lamenta por deixar o clube inglês.

“Ele (Guardiola) roubou minha despedida do City. Eu gostaria de ter deixado esse clube com emoção, como aconteceu com Iniesta (Barcelona) ou Buffon (Juventus). Mas Pep me negou isso”, destacou.

Por Bahia Notícias 

Comentários