Tite chama Muralha e promove voltas de Oscar e Thiago Silva para a Seleção

Neymar é nome certo na relação de convocados da seleção brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
Neymar é nome certo na relação de convocados da seleção brasileira (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Com a presença do goleiro Alex Muralha como grande surpresa e os retornos de Thiago Silva e Oscar, Tite realizou na tarde desta sexta-feira a sua segunda convocação à frente da seleção brasileira. Mantendo a base que venceu Equador e Colômbia no início do mês, o treinador chamou 24 nomes para os duelos contra Bolívia e Venezuela, em outubro, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Além de levar um jogador a mais que o habitual, em razão da suspensão de Paulinho no primeiro confronto, ele leva seis novidades em relação à última lista: Alex Muralha, Thiago Silva, Oscar, Fernandinho, Roberto Firmino e Douglas Costa.

– Afora o grande momento, Muralha tem grande regularidade. Vem fazendo um grande campeonato. O jogo que assistimos contra o Palmeiras, defesas, saídas de bola. Isso conta – disse Tite, na coletiva após a convocação, ao explicar a preferência pelo goleiro do Flamengo.

Com um jogador a mais na lista desta sexta-feira, cinco jogadores que estavam no grupo que enfrentou Equador e Colômbia no início do mês ficaram foram da lista: Marcelo Grohe, Pedro Geromel, Rafael Carioca, Taison e Gabigol. Com seis caras novas, ele chamou um atleta a mais que o habitual para manter Paulinho, suspenso contra a Bolívia, na lista sem deixar o elenco desfalcado.

– Paulinho, suspenso, só pode enfrentar a Venezuela. Por isso vamos levar um a mais – se limitou a dizer, ainda durante a convocação.

O Brasil vai enfrentar a Bolívia no dia 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, e em seguida viaja para Mérida, onde encara a Venezuela, no dia 11. Após vencer Equador e Colômbia, a Seleção ocupa a segunda colocação das eliminatórias, com 15 pontos em oito rodadas (o Uruguai é o líder, com 16).

A apresentação dos jogadores deve ocorrer nos dias 2 e 3. Porém, os atletas que atuarem nestas datas, caso de Gabriel Jesus com o Palmeiras (jogo com o Santa Cruz no dia 3), serão liberados para chegarem depois à concentração.

– A ideia é manter que o atleta jogue no seu clube e depois cuide na logística da seleção. O Jesus não vai estar conosco na viagem, mas tem algo pronto preparado – explicou o coordenador Edu Gaspar.

Logo depois da convocação, um problema: o Twitter do Liverpool informou que o atacante Roberto Firmino estava fora do jogo contra o Chelsea por causa de um problema na virilha. Segundo o técnico Jürgen Klopp, foi mais uma medida de precaução.

– Não sabia, notícia fresca. Agora eu subo para minha sala e a gente já vê o que fazer. Na verdade é um trabalho do Fábio (Mahseredjian, preparador físico) e do Rodrigo (Lasmar, médico) de entrar em contato com o clube e se informar para depois, com calma, a gente tomar alguma decisão – afirmou Edu.

Durante o período de jogos da Seleção, os jogadores de clubes brasileiros desfalcarão as equipes em até duas rodadas do Brasileirão. Há partidas marcadas para o dia 5, pela 29ª rodada (véspera do confronto com a Bolívia), e 12, pela 30ª rodada (um dia após o duelo com a Venezuela).

Confira abaixo os 24 convocados:

Goleiros:

Alisson – Roma (Itália)

Alex Muralha – Flamengo

Weverton – Atlético-PR

Zagueiros:

Gil – Shandong Luneng (China)

Marquinhos – PSG (França)

Miranda – Atlético de Madrid (Espanha)

Thiago Silva – PSG (França)

Laterais:

Daniel Alves – Juventus (Itália)

Fágner – Corinthians

Filipe Luís – Atlético de Madrid (Espanha)

Marcelo – Real Madrid (Espanha)

Meio-campistas:

Casemiro – Real Madrid (Espanha)

Fernandinho – Manchester City (Inglaterra)

Giuliano – Zenit (Rússia)

Lucas Lima – Santos

Oscar – Chelsea (Inglaterra)

Paulinho –  Guangzhou Evergrande (China)

Philippe Coutinho – Liverpool (Inglaterra)

Renato Augusto – Beijing Guoan (China)

Willian – Chelsea (Inglaterra)

Atacantes:

Douglas Costa – Bayern de Munique (Alemanha)

Roberto Firmino – Liverpool (Inglaterra)

Gabriel Jesus – Palmeiras

Neymar – Barcelona (Espanha)

Por Edgard Maciel de Sá/Globoesporte.com

Comentários