Série D: Técnico do Vitória da Conquista pede demissão por problemas pessoais

Foto: Luciana Flores / Divulgação

Lutando para se classificar para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, o Vitória da Conquista sofreu uma importante baixa. O técnico Rodrigo Fonseca pediu demissão do clube. O treinador disse não ter condições de continuar devido a um problema familiar. Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente do clube, Ederlane Amorim, lamentou a saída, mas disse ter entendido a situação.

“Após o jogo contra o Itabaiana, o Rodrigo me procurou na segunda e disse que estava com um problema familiar e achou melhor se desvincular agora. Não houve nenhum tipo de problema, muito pelo contrário. Foi uma lástima ter saído, já que o trabalho que ele realizou aqui foi excelente. O ambiente que ele proporcionou ao time é outro do que foi no baiano”, disse.

Ederlane garantiu que deixou o “convite aberto” para Rodrigo voltar: “É um ser humano fantástico, um profissional muito capacitado. Deixei um convite aberto para ele. Se no ano que vem ele estiver sem time, com certeza será procurado”, afirmou.

Precisando vencer o Treze-PB fora de casa, no próximo domingo (27), às 18h, no Presidente Vargas, na Paraíba, e torcer por um tropeço do Itabaiana que recebe o Santa Rita, o Vitória da Conquista efetivou o auxiliar Guilhermino Lima. O presidente Ederlane explicou a decisão.

“Se não nos classificarmos, será o último jogo da equipe, então efetivamos o Lima que está conosco desde sempre, conhece o trabalho. Se passarmos de fase, posso estudar a vinda de outro treinador, ou não. Vinha trabalhando com o Rodrigo nos jogos e treinamentos, então vai manter a mesma estratégia”, salientou.

O Bode está na terceira colocação com sete pontos, mesma pontuação do Itabaiana, que está em segundo, mas com saldo de gols melhor.

Por Gabriel Rios

Comentários