Série C: Juazeirense vence e volta ao G4

Com metas distintas, Juazeirense e Náutico se enfrentaram na tarde desse sábado (19), no Estádio Adauto Moraes, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Buscando retornar ao G4 do Grupo A, o Cancão de Fogo recebeu o Timbu que lutava para se afastar da zona de rebaixamento. Superior durante os 90 minutos o Cancão venceu de maneira absoluta e subiu para a terceira colocação, com 9 pontos somados.

Com a bola rolando, a Juazeirense começou melhor e criou as primeiras chances de ataque, ambas com Toni Galego, aos 2 minutos. A pressão não parou e aos 6 Juninho Tardeli cobrou falta lateral direita, Junior Gaúcho cabeceou por cima do gol, assustando o goleiro Bruno.

O Timbu esboçou reação somente aos 9 minutos, quando Dudu recebeu de Ortigoza, invadiu a área e finalizou para fora. Mas a resposta dos donos da casa veio com a oportunidade mais perigosa. Eron subiu após cobrança de escanteio e carimbou a trave de Bruno.

Mais ofensivo e conseguindo anular o Náutico, o gol da Juazeirense não demorou a sair. Aos 23 Juninho Tardeli cobrou falta na área, Victor Sapo dominou a bola espirrada e arriscou para o gol, Jhonnatan afastou em cima da linha, mas Jussimar de frente pra meta fuzilou o gol de Bruno.

O que estava bom ficou ainda melhor quando aos 43 Toni Galego arrancou em velocidade pela direita e lançou para a área, a zaga novamente afastou mal e a bola sobrou limpa para Victor Sapo estufar as redes, anotando o segundo gol do Cancão.

Na volta para a segunda etapa o Cancão mostrou que não diminuiria o ritmo. A equipe se aproveitava dos espaços deixados nas subidas do adversário, subindo em velocidade pelas pontas. Enquanto isso, a bola parecia queimar nos pés dos atletas do Náutico.

A melhor chance do Timbu aconteceu somente aos 27 da etapa final quando Tharcysio cabeceou para uma defesa segura de Bruno Neri, após cobrança de escanteio. A resposta dos donos da casa chegou em três minutos. Carlinhos cruzou na cabeça de Toni Galego e para sorte do Náutico, Bruno fez uma ótima defesa.

Nos minutos finais os visitantes foram para o tudo ou nada e viram Rayllan desperdiçar uma excelente oportunidade para decretar a vitória. Mesmo com cinco minutos de acréscimo nada mudou e para o público presente no Adauto Moraes ficou com o sentimento de que cabia mais.

FICHA TÉCNICA

Juazeirense 2×0 Náutico

Campeonato Brasileiro da Série C – 6ª rodada

Data: 19 de maio de 2018, sábado

Horário: 16 horas

Local: Estádio Adauto Moraes, Juazeiro-BA

Gols: Jussimar aos 23/1ºT, Victor Sapo aos 43/1ºT.

Juazeirense: Bruno Neri, Carlinhos, Júnior Gaúcho, Eron e Deca; Waguinho, Patrik (Capone 34’/2ºT), Jussimar (Rayllan 18’/2ºT) e Juninho Tardelli; Toni Galego e Victor Sapo (Jildemar 17’/2ºT). Técnico: Ailton Silva

Cartões amarelos: Waguinho e Deca

Náutico: Bruno; Luiz Henrique, Negretti, Camutanga e Tiago Costa; Jhonnatan, Jobson (Regis 22’/2ºT), Dudu (Tharcysio 11’/2ºT) e Robinho (Rafael Assis 20’/2ºT); Lelê e Ortigoza. Técnico: Dudu Capixaba

Cartões amarelos: Robinho, Jobson e Ortigoza

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ-CBF)

Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ-CBF) e Gabriel Conti Viana (RJ-CBF)

4º árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA-CBF)

Assessor de arbitragem: Belmiro da Silva (BA-CBF)

Público: 947 (873 pagantes e 74 não pagantes)

Renda: R$ 15.915,00

Texto Maria Akemi – Fotos: Carlos Humberto

Comentários