Série B do Baiano entra na reta final

Depois de oito rodadas, o Campeonato Baiano da Série B chega na sua reta final. Faltam apenas duas para se definir os clubes classificados para as finais que indicarão o novo representante da Série A de 2019. Com 17 pontos, na liderança isolada, o Atlético tem a melhor campanha até o momento, com 70,83%, e dificilmente deixará de se classificar.

Atlético e PFC-Cajazeiras têm as melhores campanhas da Série B

Com 58,33% de aproveitamento, o PFC-Cajazeiras vem na segunda posição, com 14 pontos. A terceira colocação é do Conquista, com 12 pontos e 50% de aproveitamento, enquanto o Colo-Colo ocupa o quarto lugar, com 11 e 45,83%.

A penúltima rodada que acontece no próximo final de semana será empolgante por causa dos confrontos. Logo no sábado (5), às 9h da manhã, no Estádio de Pituaçu, PFC-Cajazeiras e Conquista fazem um duelo onde o vencedor fica com boas chances de classificação.

No domingo (6) serão disputados os outros dois jogos, ambos começando às 15h. No Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, o Atlético garante matematicamente a vaga antecipada para as finais se vencer o Colo-Colo, que precisa de um triunfo e torce para que PFC-Cajazeiras e Conquista empatem no sábado, o que deixaria a definição das vagas para a última rodada.

Finalmente, o Teixeira de Freitas, com 8 pontos e 33,33% de aproveitamento, tem um jogo de vida ou morte contra o já eliminado Galícia – 4 pontos e 16,67%. Só a vitória deixa o time do extremo sul da Bahia com remotas chances de classificação, já que ele só pode chegar a 14 pontos e o vice-líder PFC-Cajazeiras já tem esta pontuação.

Com 4 gols, Deon, do Atlético, é o artilheiro da Série B

Depois de fazer uma boa campanha pelo Bahia de Feira na Série A, o atacante Deon foi reforçar o Atlético na Segunda Divisão do Baiano e já é o artilheiro da competição, com 4 gols. Com três gols, na segunda posição, estão Kel Baiano e Helton, também do Atlético; Gian, do Colo-Colo, e Robert, do PFC-Cajazeiras.

TORCIDAS – E o líder Atlético também está na frente do quesito público e renda. Sua torcida é a mais presente no estádio, com 11.892 pagantes nos quatro jogos que o Carcará mandou no Antônio Carneiro, o Carneirão, em Alagoinhas, arrecadando R$104.862,00 no total. Na segunda posição está o Colo-Colo, que nas quatro partidas disputadas no Estádio Mário Pessoa, teve um público pagante de 7.081 pessoas e uma arrecadação total de R$ 51.480,00.

O ataque mais ofensivo da Série B é o do Atlético, com 17 gols marcados. Já o Colo-Colo tem a defesa mais eficiente, com apenas cinco gols sofridos. A defesa mais vazada é a do Galícia, que sofreu 18 gols. E o Azulino da capital também tem o pior ataque, com cinco gols assinalados.

Nos 24 jogos reaizados pela competição, foram assinalados um total de 59  gols, uma média de 2,45 gols por partida. Os mandantes fizeram 28 gols (média de 1,16 gol), enquanto os visitantes marcaram 31 vezes (média de 1,29 gol).  Os times que jogaram em casa obtiveram nove vitórias. Os visitantes também venceram seis vezes e foram registrados seis empates.

O placar que mais saiu foi 1 a 0: sete vezes. As maiores goleadas foram Galícia 0x6 Atlético, Galícia 1×4 Teixeira de Freitas e Atlético 2×0 Teixeira de Freitas.

Por Comunicação FBF

Fotos: Francisco Galvão/PFC-Cajazeiras e Reprodução

Comentários