Ricardo Silva anuncia saída do Jacobina: ‘Gosto de trabalhar com pessoas profissionais’

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

A passagem do técnico Ricardo Silva pelo Jacobina durou menos de um mês. O treinador anunciou sua saída do Jegue da Chapada nesta terça-feira (21), por conta de um desentendimento com um membro da comissão técnica, que não teve o nome revelado. “Eu sou muito profissional e gosto de trabalhar com pessoas profissionais. Lá no Jacobina não estava tendo um entendimento com esse membro. Onde trabalhei, sempre tiver amizade com pessoal da comissão. Estou saindo não pela cidade e pelas torcida, que me abraçaram. Eu deveria ter levado alguém de confiança. O presidente [Rafael Damasceno] jogou aberto comigo nesse sentido. Errei nisso e não levei ninguém para me acompanhar”, explicou, em entrevista ao Bahia Notícias. O ex-treinador do Vitória também revelou ter recebido uma proposta do Atlântico, o que poderia ter abreviado sua passagem por Jacobina. No entanto, ele não aceitou, mesmo com o problemas que já vinham acontecendo. “Fui chamado para ir ao Atlântico. Mas, pela minha palavra, e pelo pessoal que me abraçou, não aceitei. O torcedor nem se fala, e a cidade… Me trataram super bem. Dei minha palavra. Infelizmente, não deu certo”, lamentou. Ricardo Silva deixa o Jegue com uma vitória, dois empates e duas derrotas no Campeonato Baiano e 33,33% de aproveitamento. Com esse retrospecto, a equipe é a quinta colocada na tabela, com cinco pontos conquistados.

Por Matheus Caldas

Comentários