Real Madrid tem histórico de brasileiros no ataque; veja principais nomes e conquistas

O Real Madrid e sua ‘paixão’ pelos atacantes brasileiros. Recentemente, Vinícius Júnior acertou a transferência do Flamengo para o time espanhol. Mas a equipe dona do Santiago Bernabéu tem um longo histórico com os ‘brazucas’.

O primeiro deles, Darcy Silveira dos Santos, apelidado de ‘Canário’. Revelado pelo América (RJ), o brasileiro naturalizado espanhol teve o time de Madri como segundo clube na carreira.

Lá, jogou de 1959 até 1962, conquistou o mundial e europeu em 1960. Bicampeonato espanhol (1961 e 1962). Além disso, levou a Copa da Espanha também no seu último ano de equipe. Atuou em 34 partidas e marcou 6 gols.

Evaristo de Macedo. Depois de Madureira e Flamengo, chegou na Espanha na temporada 1962/63 e permaneceu até 1965. Foi tricampeão espanhol (1962/63, 1963/64 e 1964/65). Segundo o site oficial do clube, participou de 19 jogos e anotou 6 gols. Ele foi o quarto brasileiro da história do clube.

‘Cria da base’ do Flamengo, Sávio também seguiu o caminho do Real. A trajetória foi iniciada em 1997/98 e permaneceu até 2001/02.O atleta foi tricampeão da Uefa Champions League (1997/98, 1999/00 e 2001/02). Levou o Mundial de Clubes em 1999 e também uma taça do Campeonato Espanhol (2000/01). Sávio fez 160 partidas pelo clube madrilenho e marcou 27 tentos.

O Fenômeno chegou em Madri. Ronaldo, depois de uma boa passagem na Inter de Milão, vestiu a camisa do time espanhol em 2002/03. Na sua primeira temporada, conquistou o Mundial de Clubes. Foi campeão espanhol duas vezes e levou importantes prêmios individuais: Futebolista do Ano na Europa e Melhor Jogador do Mundo em 2002.

Permaneceu até 2006, quando acertou a transferência com o Milan. 117 jogos foram disputados e a rede foi balançada em 104 oportunidades.

E uma dupla brasileira foi contratada na temporada 2005/06. Robinho e Julio Baptista.

O ‘menino da Vila’ levou o Campeonato Espanhol duas vezes (2006/07 e 2007/08). Participou de 137 partidas e marcou 35 gols. Ficou até 2008, quando seguiu para o Manchester City.

Entre idas e vindas, Baptista jogou ao todo 48 vezes pela equipe e anotou 14 tentos. Ele foi emprestado para o Arsenal, da Inglaterra, em 2006/07 e retornou para encerrar sua passagem no time espanhol na temporada seguinte.

Com a rápida saída, ele não conquistou o mesmo número de títulos que o compatriota, mas, contribuiu para o ‘caneco’ de 2007/08.

O penúltimo da lista é o meia Kaká. Revelado pelo São Paulo, o atleta já eleito o melhor jogador do mundo em 2007, chegou em Madri na temporada 2009/10.

Lá, disputou 120 partidas e anotou 29 gols. Ele ficou até retornar ao Milan. Venceu a Copa da Espanha em 2010/11 e a La Liga em 2011/12.

Willian José, revelado pelo Grêmio Barueri, passou primeiro pelo time B do Real Madrid. Aconteceu depois de 2013, jogando pelo Santos.

Na segunda equipe, jogou 16 vezes e marcou 4 gols. Por outro lado, fez apenas uma partida pelo time A. Não marcou e também não conquistou títulos.

Por ESPN.com.br

Comentários