Rafael Damasceno ameaça renunciar à presidência do Jacobina: ‘meu limite chegou’

Rafael Damasceno pode deixar a presidência do Jacobina Esporte Clube (Foto: Robson Guedes / Jacobina Notícias)

Um desabafo feito pelo presidente do Jacobina Esporte Clube, Rafael Damasceno, na noite deste sábado (21) pegou a todos de surpresa, principalmente os torcedores do Jegue da Chapada. Na gravação, Damasceno diz estar cansado de alguns problemas, principalmente pela falta de apoio ao clube por parte dos empresários de Jacobina.

As declarações do presidente do Jacobina em um grupo do aplicativo WhatsApp logo foi compartilhada por dezenas de pessoas e ganhou proporção inclusive na imprensa do estado. A preocupação do torcedor nesse momento é o futuro do clube que tem uma das torcidas mais apaixonadas na Bahia, premiada pela Federação Bahiana de Futebol (FBF) com o bicampeonato de melhor do interior.

Confira a declaração de Rafael Damasceno, presidente do Jacobina

“Logo quando eu iniciei com a vontade de voltar com o Jacobina, 95% das pessoas da cidade de Jacobina diziam que Jacobina não tinha condições de ter um time profissional. E eu dizia que tinha, e hoje eu concordo com com essas 95% de pessoas que diziam que Jacobina não tinha condições de ter um time profissional. Eu cansei de passar vergonha, cansei de lutar sozinho, cansei de tomar porta na cara de empresariado. Recebe o apoio sim [o clube], dos municípios vizinhos, mas 90% dentro de Jacobina, o empresariado é empresariado covarde, 95%, isso eu digo aqui, é covarde, não tem coragem. Então, eu cansei de lutar sozinho. Uma diretoria  que você [o clube] tem mais de 14 membros, três ou quatro fazem alguma coisa, o resto não fazem nada, essa é a verdade. Sabe? Então, eu sozinho não. Vou chamar a diretoria, já conversei com Sales [técnico do Jacobina], vou conversar com os jogadores segunda-feira, quem quiser permanecer no Jacobina, permanece. Não sei quem vai ser as pessoas que vão assumir [a presidência], têm duas pessoas interessadas em sumir o Jacobina Esporte Clube. Eu não quero mais, o meu limite chegou, meu limite deu mesmo. Realmente, eu não vou deixar o time tomar WO (ou Walkover em inglês), mas segunda-feira quero passar esse time porque eu não aguento mais. Minha família tá pedindo. Peço desculpa à vocês da TJO (Torcida Jogue de Ouro) por esse desabafo, estou de cabeça quente, sim, tô chateado sim. Um time que não tem nem meião pra jogar, essa é a verdade”, desabafou Rafael Damasceno.

Fonte: Jacobina Notícias

Comentários