O segredo do sucesso do Vitória da Conquista  

e2a0254-300x200Vitória da Conquista – Um dos pontos mais importantes na formação de um elenco é a escolha do treinador. As chances de sucesso de uma equipe crescem quando a diretoria acerta na escolha daquele que será o cabeça da equipe. No Vitória da Conquista não é diferente. Alguns nomes já passaram pela equipe e tiveram bons resultados, como Elias Borges e Evandro Guimarães. Outros, tiveram elencos fortes em mãos, mas não souberam aproveitar, como Fahel Júnior no segundo semestre de 2015.

Para a Copa Governador deste ano, o técnico anunciado foi uma novidade no futebol profissional da Bahia. Desconhecido da torcida alviverde, Eduardo Bahia desembarcou em Vitória da Conquista com uma bagagem carregada de experiências. Ex-goleiro do Bahia, já passou por outras grandes equipes, como Vitória, Santos e Flamengo. O treinador também já compôs a comissão técnica da Seleção Brasileira sub-20 por dois anos e foi coordenador da preparação de goleiros do Bahia.

No entanto, como técnico de equipe profissional, Eduardo começou a sua carreira em setembro, quando assumiu o comando do Bode. Com grandes pretensões, o treinador tem como um dos objetivos conquistar o título baiano, mas quer ser campeão da Copa Governador para dar o primeiro passo.

Para isso, o treinador conta com o experiente preparador de goleiros Felipe Guedes, que já trabalhou em equipes como o Vitória e o Vasco, e as pratas da casa Guilhermino Lima (auxiliar) e Rafael Nogueira (preparador físico).

O ótimo resultado da primeira partida da decisão deixou o Conquista a um passo do pentacampeonato e Eduardo Bahia próximo de começar a história no Alviverde com o pé direito. Na segunda partida, o Bode pode até perder por dois gols de diferença para garantir o título da Copa Governador.

Por Diário Esportivo

Comentários