Novo esquema de segurança no Mané Garrincha tem teste nesta quinta-feira

Mudanças envolvem aumento no efetivo de policiais e seguranças, e divisão de torcidas. Plano tem que estar 100% na partida entre Flamengo e São Paulo

A briga entre torcedores de Flamengo e Palmeiras  (confira imagens no vídeo acima) motivou mudanças no plano de ação da segurança no Estádio Mané Garrincha. Um novo esquema será implantado com aumento no efetivo de policiais e seguranças particulares, além de uma divisão de torcidas que promete ser mais eficiente. O novo plano passará por uma espécie de teste nesta quinta-feira, quando Fluminense e Corinthians se enfrentam às 20h (de Brasília). E a expectativa é de que tudo esteja nos conformes para a partida entre Flamengo e São Paulo, no domingo.

confusão no mané garrincha (Foto: Fred Gomes)Torcedores tapam o nariz com blusa para evitar cheiro do gás de pimenta (Foto: Fred Gomes)

Fluminense x Corinthians será o primeiro jogo na arena depois da confusão que terminou com 21 palmeirenses detidos e um flamenguista espancado. O torcedor segue internado em estado grave em um hospital de Brasília. O confronto, aliás, rendeu uma punição ao Rubro-Negro, mandante daquela partida e ao Palmeiras.

O Flamengo terá que jogar a 100km da capital federal ou do Rio de Janeiro. A pena será cumprida no clássico contra o Fluminense, marcado para o dia 26, pela 11ª rodada e partida provavelmente será transferido para Natal-RN.

As mudanças no estádio serão principalmente no efetivo da segurança particular contratada para o jogo. Os 380 que estiveram em Flamengo e Palmeiras receberão um reforço. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, serão 550 nesta quinta-feira. No estádio, o efetivo de policiais militares será de cerca de 600 homens. Além disso, as frágeis grades que separavam as torcidas organizadas não serão utilizadas. Os torcedores estarão em locais completamente isolados, sem que possam transitar no interior do estádio, a exemplo do que ocorreu no confronto do dia 5 de junho. O isolamento impedirá, inclusive, o contato visual entre os torcedores organizados.

Confusao FLAMENGO x PALMEIRAS - Torcedor filho no colo (Foto: infoesporte)Um palmeirense precisou retirar seu filhos às pressas do Mané Garrincha (Foto: infoesporte)

O Mané Garrincha passou por duas inspeções de segurança na última quarta-feira. As vistorias tinham como objetivo principal validar os novos métodos que serão adotados no local. Uma nova inspeção está marcada para o começo da tarde desta quinta, quando os últimos ajustes devem ser feitos.

– Quando as organizadas entram no DF, a Polícia Militar acompanha a torcida até o estádio. Eles vão entrar por entradas específicas, conduzidos para locais isolados, sem a possibilidade de se movimentar dentro do Mané Garrincha. Outra medida também foi o aumento do efetivo da segurança privada, de 380 para 500 – reforçou o secretário-adjunto de turismo, Jaime Recena.

Os torcedores ficarão separados e apenas uma parte do anel superior receberá torcida mista. Todo o anel inferior, um total de 23 mil ingressos, será destinado apenas a torcedores do Flamengo. O setor hospitalidade popular, que terá carga de 4.750 bilhetes, também será reservado apenas a torcedores do Rubro-Negro.Outro local também será destinado a torcedores organizados do São Paulo no anel superior, e venda para a organizada do tricolor paulista só será feita na bilheteria do Mané Garrincha, a partir desta sexta-feira. As torcidas organizadas do Flamengo também ficarão no anel superior, com espaço maior do que a dos paulistas.

Por conta do histórico de brigas ocorridas tanto na parte de dentro, quanto na área externa do Mané Garrincha, o setor destinado a torcida mista, algo corriqueiro em partidas em Brasília, será limitado. Em 2013, um torcedor do São Paulo teve a mandíbula fraturada durante um confronto das torcidas organizadas do tricolor paulista e do Flamengo.

 

Esquema para Fluminense x Corinthians:

Na partida desta quinta, apenas o camarote estará liberado para os torcedores de Fluminense e Corinthians. Os torcedores ditos comuns, entrarão no estádio pelos acessos externos D, I, M, S e U. As torcidas organizadas estarão em pontos opostos do estádio no acesso externo. Tricolores entram pelo acesso A, enquanto corintianos usarão o ponto R.

Já no interior do estádio, no anel superior, a torcida do Fluminense entrará pelos portões 15 e 16, enquanto corintianos adentrarão o espaço pelos portões 1, 3, 4, 6 e 7. Na área VIP Hospitality, a entrada também será feita em portões diferentes para torcedores das duas equipes: tricolores terão acesso pelo portão 13, enquanto corintianos entrarão pelos portões 1 e 6. O anel inferior também contará com a separação das torcidas, com torcedores do time carioca entrando pelos portões 14 e 17 e os corintianos usando os portões 2, 5, 8 e 20. Por fim, torcedores organizados de Fluminense e Corinthians entrarão no estádio pelos portões 21 e 7, respectivamente.

Comentários