‘No futebol tudo pode acontecer’, avisa técnico após o PFC-Cajazeiras ser goleado

O técnico do PFC-Cajazeiras, Waguinho Dias lamentou a goleada sofrida pela equipe frente ao Jequié, no primeiro jogo da final da Série B do Campeonato Baiano. Em entrevista ao Bahia Notícias, o treinador disse que a equipe teve um apagão de dez minutos no final da etapa inicial.

“O jogo foi equilibrado, mas aos 37 minutos cometemos uma falta desnecessária e eles abriram o placar. Eles ainda chegaram ao segundo gol no fim do primeiro tempo. No início do segundo, eles fizeram o terceiro. Nós tomamos três gols num apagão de dez minutos. Depois conseguimos equilibrar o jogo. O quarto gol deles foi numa bela jogada de contra-ataque. Não gostei da atuação do nosso meio de campo e nem do nosso setor ofensivo”, analisou.

Waguinho admitiu que a situação é bastante complicada para a equipe soteropolitana, mas que no futebol tudo pode acontecer. Ele disse que vai procurar levantar o moral dos jogadores para o duelo decisivo na casa do adversário.

“Se com o empate já não seria bom, imagina agora com esse placar? Mas vamos trabalhar muito nesta semana, vou tentar dar moral e confiança aos atletas. Vou mostrar para eles que no futebol tudo pode acontecer e que também temos capacidade de reverter o resultado mesmo jogando lá em Jequié”, afirmou.

O PFC-Cajazeiras precisa de uma vitória de quatro gols de diferença para garantir o acesso à divisão de elite do futebol baiano. A segunda partida acontecerá no próximo domingo (9), às 10h, no estádio Waldomiro Borges, em Jequié.

Por Leandro Aragão

Comentários