No dia em que polícia acusou esquema em venda de mandos, Botafogo x Palmeiras teve só 43 ingressos sem meia-entrada

No mesmo dia em que a Polícia Civil do Distrito Federal prendeu Roni, ex-Fluminense, e anunciou uma ampla investigação em jogos com mando de campo vendidos para a empresa do ex-jogador, a Roni7 Eventos, o borderô de Botafogo x Palmeiras teve números suspeitos.

Segundo o documento, apenas 43 dos 33.143 ingressos vendidos para o duelo foram sem meia-entrada. A partida ocorreu no estádio Mané Garrincha, em Brasília, escolhido pela Roni7, que comprou o mando. Roni estava em um camarote quando foi detido.

Torcedores acompanham partida entre Botafogo e Palmeiras, em Brasília. Foto: GazetaPress

Além do ex-jogador, o presidente da Federação do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos, também foi detido.

No jogo citado, os ingressos sem meia-entrada foram 13 para arquibancada inferior, oito para a área VIP Hospitality, 12 para a arquibancada superior e dez para um camarote.

Outros 26.535 foram vendidos com desconto de meia-entrada –assegurados por lei para estudantes, deficientes e idosos–, enquanto 6.565 fizeram parte de um pacote chamado de “ingresso promocional”. Ou seja, com valor reduzido.

É importante citar que em Brasília existe a disponibilidade de meia-entrada para quem levar quilo de alimento como doação.

A renda bruta da partida foi de R$ 2,3 milhões. A renda líquida foi de R$ 1 milhão.

No sábado, a polícia informou investigar até 20 partidas com dados falsos inseridos no borderô, que informavam uma arrecadação menor, o que reduz impostos. A suspeita de estelionato majorado, associação criminosa, falsidade ideológica e sonegação fiscal.

De acordo com o Blog Olhar Olímpico, do Uol, um dos jogos que está sob investigação é Ferroviário-CE x Corinthians, que foi disputado em Londrina, pela Copa do Brasil deste ano. Dos 19.316 ingressos vendidos, apenas 24 foram com ingresso sem desconto.

Após ser detido, Roni foi liberado e declarou inocência. Em nota, negou que tenha cometido qualquer ato ilícito ou desonesto e afirmou confiar na Justiça.

Fonte: ESPN.com.br

Comentários