Militão é favorito para reforçar zaga do Real Madrid e pode custar até R$ 213 milhões

O brasileiro Eder Militão é capa do jornal espanhol “Marca” nesta quarta-feira. A publicação informa que o ex-jogador do São Paulo se tornou uma das prioridades do Real Madrid para a próxima temporada. Ele é acompanhado de perto pela direção merengue e agradou.

“As informações são positivas”, diz o diário. “Pode se converter em uma das referências defensivas nos próximos anos, e o Real Madrid não quer deixar passar a oportunidade de brigar por um jogador por que já perguntaram equipes como o Barcelona e o Manchester United”, segue.

O negócio, porém, não é barato. Vendido pelo São Paulo por 4 milhões de euros (R$ 17 milhões na época), Militão tem cláusula de rescisão de 42 milhões de euros (R$ 179 milhões), valor que sobe no final deste mês de janeiro para 50 milhões de euros (R$ 213 milhões).

O São Paulo ainda mantém 10% dos direitos econômicos do jogador e pode faturar em uma eventual venda. O Marca afirma ser difícil o negócio ser fechado antes de 31 de janeiro, pelo valor mais baixo da multa, em virtude da presença do Porto nas oitavas de final da Uefa Champions League.

Segundo a publicação, o Real já mandou observadores a três partidas do Porto e deve acompanhar ainda mais duas, número de jogos que é praxe no clube para negociações do tipo.

“Todos os informes são positivos e veem na defesa um homem que poderia encaixar na defesa do Real devido à velocidade, poderio físico e antecipação”, elogiou o brasileiro.

Por ESPN.com.br

Comentários