Messi recebe proposta para ganhar R$ 1 milhão por dia na China

Lionel Messi tem vínculo com o Barcelona até junho de 2018 e ainda negocia sua renovação. Entretanto, caso as conversas não avancem, o craque argentino já sabe onde poderá ganhar muito dinheiro: na China. De acordo com a “Sky Sports”, o Hebei Fortune ofereceu um salário de 500 milhões de euros por cinco anos de contrato – ou R$ 1,7 bilhão.

Fazendo a divisão dos valores, Messi ganharia 100 milhões de euros por ano (R$ 352 milhões na cotação atual), o que representa a absurda quantia de quase R$ 1 milhão por dia. Resta saber se o camisa 10 do Barça aceitará a oferta. Lembrando que no clube catalão ele recebe algo em torno de 24 milhões de euros por temporada (cerca de R$ 84 milhões).

A equipe chinesa é treinada pelo chileno Manuel Pellegrini, que já trabalhou em clubes como Manchester City, Real Madrid, River Plate e Villarreal, e tem outros nomes de impacto em seu elenco, como o do também argentino Lavezzi, o marfinense Gervinho e o camaronês Mbia.

Desses nomes, por exemplo, Lavezzi embolsa 13 milhões de euros por temporada (cerca de R$ 45 milhões). Já Gervinho tem um contrato diferente, de produtividade, onde ganha 150 mil euros (perto de R$ 528 mil) por partida disputada.

Outro argentino rumo ao futebol chinês

De acordo com o diário esportivo “Olé”, o atacante Carlitos Tevez aceitou a proposta do time chinês Shanghai Shenhua para receber 84 milhões de dólares (R$ 283 milhões) por dois anos de contrato. As decisões seriam agilizadas logo após o término do Campeonato Argentino, no final deste ano.

No clube chinês, Tevez ganharia R$ 141,5 milhões por ano. Ou seja, R$ 11,8 milhões a cada mês e R$ 393 mil por dia. Por hora, o argentino receberia R$ 16,3 mil. Estes valores colocariam o jogador entre um dos mais bem pagos do mundo, mas ainda bem abaixo do que Messi poderá embolsar caso aceite a oferta do Hebei Fortune.

Fonte: Esporte iG

Comentários