Luka Modric acaba com hegemonia e leva o prêmio de melhor jogador do mundo

Luka Modric, do Real Madrid, foi eleito pela Fifa o melhor jogador da mundo na última temporada, desbancando seu ex-colega de equipe Cristiano Ronaldo e Mohamed Salah, do Liverpool. O croata venceu as três maiores premiações individuais para um jogador de futebol.

O prêmio foi anunciado durante cerimônia realizada em Londres, nesta segunda-feira (24/09).

Aos 33 anos, o meia foi vice-campeão da última Copa do Mundo pela Croácia, quando saiu derrotado pela França na final, e eleito também o melhor jogador do torneio. Vencedor da Champions League, foi premiado como melhor futebolista da Europa na última temporada.

Modric colocou fim ao reinado de dez anos de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no prêmio da Fifa – cada jogador venceu cinco troféus no período. Nenhum dos astros compareceu à cerimônia de premiação.

A última vez que Ronaldo ou Messi não foram eleitos os melhores do mundo foi em 2007, quando o brasileiro Kaká, então no Milan, ficou com o troféu.

Nascido em um vilarejo próximo à Zadar, cidade turística da Croácia, ele viveu um tragédia na infância. Durante a Guerra dos Bálcãs, seu avô foi assassinado em frente à sua casa, em 1991.

Ele começou no futebol nas categorias de base do Zadar antes de chegar ao Dínamo Zagreb, time mais popular de seu país, aos 15 anos. Após se profissionalizar, foi emprestado para o Zrinjski Mostar (Bósnia-Herzgovina) e Inter Zapresic (Croácia).

De volta ao Dínamo, faturou o tricampeonato da Liga Croata antes de ir ao Tottenham, em 20008. Na Inglaterra, brilhou e ajudou a equipe londrina a voltar para a Liga dos Campeões depois de quase 50 anos.

Em 2012, foi contratado pelo Real Madrid e virou um dos jogadores mais vitoriosos da atualidade: são quatro Champions League, um Campeonato Espanhol e uma Copa do Rei.

Por ESPN.com.br

Comentários