Limite de transferências no Brasileirão impede Ponte de inscrever o teixeirense Zé Roberto

Zé Roberto estava jogando a Série B (Foto: Caio Marcelo/www.criciuma.com.br)

A Ponte Preta não vai inscrever Zé Roberto no Campeonato Brasileiro. Uma semana depois de ser anunciado por Gilson Kleina como reforço, o atacante é descartado por questões jurídicas. A Macaca já atingiu o limite de cinco transferências entre clubes da Série A imposto pelo regulamento. Por isso, achou melhor não arriscar com o jogador, ainda vinculado ao Bahia.

O atual elenco pontepretano tem o lateral-esquerdo Danilo Barcelos (emprestado pelo Atlético-MG) e os atacantes Maranhão (cedido pelo Fluminense), Negueba (liberado pelo Atlético-GO), além da dupla Claudinho e Léo Arthur (contratados junto ao Corinthians). Esses foram os cinco jogadores contratados pela Macaca de outros clubes da Série A durante o Brasileirão.

A dúvida do departamento jurídico era se Negueba tinha rescindido o contrato com o Atlético-GO ou não antes de chegar à Ponte. No entanto, a situação conta como empréstimo, mesmo que ele não retorne a Goiânia ao fim do contrato. Assim, os advogados viram a inscrição de Zé Roberto como risco e sugeriram que ele não fosse regularizado, a fim de evitar riscos futuros.

Por Globoesporte.com

Comentários